Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/05/2005 13:20

Juros do novo crédito fundiário é de 30% a 40% menor

Fernanda Mathias e Malu Prado / Campo Grande News

As taxas de juros do Programa Nacional de Crédito Fundiário, que vai injetar R$ 500 milhões em todo o País, são de 30% a 50% menores que as do antigo Banco da Terra, segundo explicou esta manhã o diretor nacional de Crédito Fundiário do MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário), João Leonel dos Anjos.
Ele participa de audiência na Assembléia que discute o Banco da Terra e que foi provocada pelo deputado Semy Ferraz (PT). Anjos destacou que o principal erro ocorrido em Mato Grosso do Sul foi justamente a implantação de linha com juros elevado, não atingindo o público principal e favorecendo pessoas que se aproveitaram do recurso para fazer negócio, vendendo terras.
Enquanto no Banco da Terra os juros eram de cerca de 10% no programa oscila de 3% a 6%. Além disso prevê outras facilidades, como pagamento de financiamentos de até R$ 15 mil em 14 anos e com carência de dois anos. Antes o Banco da Terra só financiava a terra e fra-estrutura básica e agora passa a contemplar a de produção. O desconto por assiduidade que incidia nas taxas de juros, de 50%, agora é de 40% e passa a incidir sobre os valores emprestados.
“A diferença é que teremos mais transparência, monitoramento on line”, afirmou João Leonel. Questionado sobre a burocracia, apontada como uma das principais barreiras ao crédito, disse que os os mecanismos de controle são necessários para contemplar pessoas com perfil da terra e evitar a venda de lotes. Participam do evento representantes de várias entidades como a Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura), UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e Uniderp (Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)