Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/04/2010 16:44

Jurados condenam ex-funcionárias de clínica por aborto

Campo Grande News/ Marta Ferreira e Danúbia Burema

Três anos depois de a clínica da ex-médica Neide Mota Machado, encontrada morta no ano passado, ter virado notícia nacional após ser fechada pela Polícia Civil, sob a acusação de fazer abortos ilegais indiscriminados, as quatro funcionárias do local levadas a júri popular foram condenadas, nesta sexta-feira.

As penas variaram de 1 ano e 3 meses a sete anos de reclusão, e foram beneficiadas pela redução da pena em razão de serem primárias e por isso não ficarão em regime fechado . Elas vão cumprir pena em regime aberto ou semi aberto, pelo crime de aborto.

Foram julgadas a psicóloga Simone Aparecida Cantaguessi de Souza e as auxiliares de enfermagem Libertina de Jesus Centurion, Maria Nelma de Souza e Rosângela de Almeida. Das quatro, Rosangela recebeu a maior pena, de 7 anos.

Ela foi considerada culpada por cinco abortos, em dois deles a participação foi apontada como menor. A pena será cumprida em regime semi-aberto.

A segunda maior pena foi da psicóloga Simone Canteguessi, considerada culpada por 5 abortos, em 4 deles com menor participação. A pena foi estabelecida em 6 anos e seis meses, que serão cumpridos em regime aberto.

A auxiliar Maria Nelma de Souza recebeu pena de 4 anos de reclusão, por 3 casos de aborto. Ela também cumprirá a pena em regime aberto.
Libertina Centurion foi condenada por 1 crime, com pena de 1 ano e 3 meses, que serão cumpridos em regime aberto.

A leitura da sentença pelo juiz titular da 2 ª Vara do Tribunal do Júri foi marcada por emoção. O marido de uma delas declarou que foi um julgamento injusto. A mãe chegou a desmaiar e teve de ser atendida por um médico.

O júri começou ontem, às 8h da manhã, avançou até as 19h, quando foi suspenso, sendo retomado hoje, contabilizando 18 horas de plenário, menos que os 3 dias previstos inicialmente.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)