Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

23/10/2013 23:10

Juízes da Capital deixam a magistratura de Mato Grosso do Sul

Vinicius Squinelo, Campo Grande News

Outubro trouxe duas perdas para a magistratura sul-mato-grossense: na sessão do dia 9, os desembargadores do Órgão Especial aprovaram o pedido de aposentadoria do juiz Paulo Rodrigues, titular da 2ª Vara do Juizado Especial de Campo Grande, e na sessão desta quarta-feira (23), aprovaram o pedido de aposentadoria do juiz Mário Eduardo Fernandes Abelha, titular da 9ª Vara dos Juizado Especial – Juizado de Trânsito.

Paulista de Santa Albertina, Paulo Rodrigues ingressou na magistratura em setembro de 1986, como juiz substituto em Três Lagoas. Em maio de 1987, foi promovido a juiz de 1ª entrância e atuou na Comarca de Brasilândia.

Em abril de 1989, foi promovido para 2ª entrância e judicou na Comarca de Maracaju. Em dezembro de 1991 passou a atuar na 2ª Vara Criminal de Três Lagoas e, em março de 1997, foi promovido para entrância especial, titularizando a então 1ª Vara de Família e Sucessões. Em novembro de 2001 assumiu a 2ª Vara do Juizado Especial, onde atuou até solicitar sua aposentadoria.

Na sessão em que anunciou o pedido de Paulo Rodrigues, o presidente do TJMS, Des. Joenildo de Sousa Chaves, lamentou a decisão do juiz. “É uma pena que um juiz com carreira bem sucedida, que honrou e dignificou a magistratura deste Estado queira deixar a judicatura. Por onde passou, tanto na justiça comum como no TRE, Paulo Rodrigues se destacou como juiz íntegro”, disse.

Mário Eduardo Fernandes Abelha nasceu na capital paulista e ingressou em junho de 1988 na magistratura de Mato Grosso do Sul. Dois meses depois foi promovido a juiz de primeira entrância para atuar na Comarca de Costa Rica.

Em maio de 1989 foi promovido a juiz de segunda entrância e judicou na 1ª Vara da Comarca de Nova Andradina. Em fevereiro de 2001 foi promovido para juiz de entrância especial e mudou-se para a Comarca de Campo Grande.

Na Capital foi designado para atuar na 3ª e na 1ª Vara Cível, na 3ª, na 4ª e 1ª Vara do Juizado Especial, além do Juizado de Trânsito até solicitar a aposentadoria.

Ao votar o pedido de aposentadoria do juiz Mário Abelha, o Des. Divoncir S. Maran fez um discurso conciso, que emocionou os presentes.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)