Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/04/2013 07:38

Juíza reage e atira em criminoso

Gustavo Nascimento, Diário de Cuiabá
Foto ilustraçãoFoto ilustração

Três suspeitos de tentarem matar uma juíza e o marido dela em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) estão presos. O atentado aconteceu noite da última segunda-feira (1). A magistrada reagiu e atirou em um dos criminosos. Desde o crime, por determinação do Tribunal de Justiça, ela recebe proteção policial, que será constante até o final das investigações.

De acordo com a assessoria da Polícia Civil, a juíza, que atua na 6ª Vara Cível de Rondonópolis, Maria das Graças Gomes da Costa, e o marido, Antenor Salomão, foram surpreendidos pelo criminoso quando chegavam em casa. O homem disparou vários tiros contra o automóvel do casal, porém nenhum acertou as vítimas.

Foi então que a juíza sacou o revólver e começou a disparar contra o criminoso. Um dos tiros acertou o tórax do homem, que fugiu do local do crime. Ferido, ele teria recebido ajuda de um comparsa para sair do local.

A Polícia Militar de Rondonópolis foi acionada e montou guarda nos pontos de saúde do município. Porém, nenhum suspeito foi localizado. Horas após o atentado, a PM recebeu denúncia que um rapaz, com um ferimento à bala, havia dado entrada em um hospital do município vizinho de Guiratinga (328 km ao sul de Cuiabá), que fica a aproximadamente 100 km de Rondonópolis. Trata-se de Rogério Castro de Moraes, de 23 anos. O ferimento foi tão grave que Rogério necessitou ser transferido para Rondonópolis e continua internado na unidade hospitalar.

Junto ao suspeito, a PM também prendeu mais três pessoas que estavam com ele.

No quintal da residência, a PM encontrou um revólver calibre 38 e um carro com marcas de sangue no banco, que possivelmente possa ter sido que foi utilizado na fuga dos suspeitos.

Segundo a PJC, os suspeitos foram conduzidos ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) de Rondonópolis, autuados pelo delegado José Lúcido Nunes Rondon. O inquérito policial será presidido pelo delegado Vinicius Prezotto. A motivação do crime ainda está sendo investigada.

Essa não foi a primeira vez que a magistrada sofreu um atentado. Em outubro de 2012 houve uma tentativa de homicídio em que o alvo, provavelmente, seria o marido da juíza. A PJC afirmou que as imagens de câmeras de segurança das proximidades da casa serão comparadas com as imagens do atentado anterior para confirmar se são os mesmos autores do atentado contra o esposo da magistrada.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)