Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/08/2015 18:03

Juiz usa redes sociais para resolver caso de pensão alimentícia de gêmeos

Agência do Rádio

A exemplo de um caso que ocorreu em Minas Gerais no mês de julho, onde um magistrado usou o aplicativo “Whatsapp” para resolver um caso de compra e venda de um terreno, o juiz Laércio de Oliveira Ramos, da 3ª Vara Cível e Empresarial de Santarém, também fez uso, nesta quarta – feira, dia 19, de uma outra ferramenta tecnológica, desta vez foi as redes sociais que ajudaram o magistrado de Santarém a localizar dois irmãos gêmeos e a mãe deles para que pudessem receber um alvará de dinheiro depositado pelo pai, fruto de pagamento parcial de pensão alimentícia.

Havia seis anos que a Justiça e a Defensoria Pública tentavam localizar a mãe, para que o dinheiro fosse recebido. O Ministério Público, diante do desinteresse da parte no processo, se pronunciou pelo arquivamento do mesmo. Porém, o juiz Laércio de Oliveira Ramos resolveu usar as redes sociais para resolver o caso.

A equipe do juiz vasculhou a internet por vários dias a partir dos nomes da mãe e dos filhos, e acabou encontrando pistas na rede social Facebook, onde os três tinham perfis.

Como os nomes usados nos perfis eram apelidos, após uma busca mais detalhada através de conversas virtuais, foram divulgados números de telefones para confirmar as identidades. Os nomes dos envolvidos não foram revelados porque o processo correu em segredo de justiça.

Caso não tivessem sido encontrados, o dinheiro poderia ser devolvido. Após a localização das partes, a ação foi extinta, já que os filhos hoje são maiores de idade, e os jovens receberam o valor reajustado, em torno de três mil reais que estavam depositados em conta judiciária.

Com a colaboração de Jota Ninos do Fórum de Santarém, reportagem, Storni Jr.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)