Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

17/04/2014 14:00

Juiz multa Acrissul em R$ 200 mil e impõe limites para Expogrande 2014

Edivaldo Bitencourt, Campo Grande News

O juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, David de Oliveira Gomes Filhos, negou o pedido do MPE (Ministério Público Estadual) para interditar o Parque de Exposições Laucídio Coelho. No entanto, ele manteve a multa de R$ 200 mil à Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) e impôs limites para a realização da Expogrande 2014.

Além de apresentar a licença ambiental, a Acrissul deverá respeitar os limites de decibéis previstos na legislação durante a realização dos shows musicais na Expogrande deste ano. O magistrado determinou que a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) realize a fiscalização em todos os dias do evento para verificar se o acordo está sendo cumprido.

Apesar da Justiça ter suspendido a realização de shows em 2012 e só ter liberado na véspera no ano passado, David Gomes Filho argumenta que a interdição do parque poderia causar prejuízos.

“ É possível que ingressos já tenham sido vendidos, certamente os expositores já adquiriram espaços para apresentar seus produtos, já investiram recursos nos preparativos do seu negócio e o evento é todo integrado, pois shows, rodeios e exposições de gado, cursos, venda de maquinários e de demais produtos acontecem no mesmo local”, descreve, sobre a realização do evento.

“Resumindo, o prejuízo ultrapassaria os interesses da Acrissul e alcançaria inúmeras outras pessoas que não descumpriram acordo algum, mas que acreditaram na seriedade do evento. Estes reflexos no patrimônio alheio não encontram amparo na lei. O confronto dos prejuízos das duas vítimas que se encontram em lados opostos (vizinhança e comerciantes/empresários de boa-fé), sugere que será menor aquele suportado pela vizinhança”, conclui o magistrado, para justificar o indeferimento de liminar para suspender a realização de shows neste ano.

No entanto, o magistrado manteve a multa de R$ 200 mil por dois eventos realizados no Parque de Exposições apesar da proibição pela Justiça. O valor deverá ser corrigido desde 30 de setembro de 2011.

A Semadur deverá realizar as medições e inspeções necessárias em todos os dias da Expogrande. O órgão também deverá informar com urgência se existe licenciamento ou lavará de funcionamento da Expogrande e das empresas que atuam dentro do espaço. A Secretaria de Meio Ambiente também deverá fazer um levantamento minucioso de todas as irregularidades, que podem resultar na aplicação de novas multas.

Segundo o juiz, com base nos relatórios, o MPE poderá solicitar a execução das multas e a interdição física do Parque de Exposições.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)