Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/07/2017 08:20

Juiz mantém concurso, mas manda incluir sindicato em comissão

Campo Grande News

 

O juiz José Eduardo Neder Meneghelli, da 4ª Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos - Campo Grande, negou o pedido do Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul) para anular o concurso para delegado da Polícia Civil.

O magistrado, no entanto, determinou que a entidade seja incluída na comissão organizadora para que possa acompanhar todas as outras fases do processo seletivo.

Para Meneghelli, “a manutenção do edital não prejudica terceiros, muito pelo contrário, preserva a expectativa dos candidatos que almejam concorrer ao certame”.

O juiz decidiu ainda que “diante da ausência de outro sindicato na circunscrição deste Estado que represente exclusivamente os delegados de polícia”, o Sinpol-MS passe a fazer parte da comissão organizadora “a contar da data desta decisão”.

Sobre a vitória parcial na Justiça, Max Dourado, o diretor jurídico do sindicato, disse que o objetivo era justamente garantir a lisura do processo seletivo. “Precisamos de mais efetivo, mas de pessoas capacitadas para a função e que foram aprovadas no concurso devido à sua competência e não por algum tipo de facilitação”, declarou.

O Sinpol-MS foi à Justiça para pedir a anulação do concurso no dia 9 de junho. O Governo do Estado respondeu alegando que só a Adepol (Associação dos Delegados de Polícia de Mato Grosso do Sul) poderia requerer a suspensão do concurso.

Concursos - Os dois editais lançados pelo Governo do Estado oferecem 210 vagas para delegado, investigador e escrivão da Polícia Civil.

O salário oferecido para delegado é de R$ 14.978,26, enquanto o vencimento para escrivão e investigador fica em R$ 3.888,26, mais abono de R$ 300.

As inscrições vão até o dia 10 de julho e são feitas pelo site http://www.fapems.org.br/.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)