Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/12/2004 15:30

Juiz manda corrigir salários de 1,3 mil policiais

Maristela Brunetto / Campo Grande News

Decisão do juiz da 2ª Vara de Fazenda Pública de Campo Grande, Vladimir Abreu da Silva, manda o governo estadual corrigir os salários dos policiais civis entre os anos de 1993 e 1998, quando foi implantado o subsídio tendo como base o salário mínimo. A decisão deve favorecer cerca de 1,3 mil agentes, papiloscopistas peritos, inspetores, escrivões e médicos legistas.
O Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis) ingressou com uma ação no final de 2001 depois de reconhecimento via decisão judicial (em 1993) de que o subsídio dos servidores não poderia ser inferior ao mínimo. O processo é para garantir o retroativo até quando o governo implantou o vencimento básico correto. A correção deverá incidir ainda sobre outras vantagens salariais. O juiz aponta ainda o percentual de 27% sobre o ganho inicial.
Conforme a sentença, a decisão será apreciada pelo TJ/MS (Tribunal de Justiça) para poder ser executada. Ele determina que a partir da definição da execução deve ser contada a correção anual de 6% sobre o valor devido.
O presidente do Simpol, Maurício Godoy, disse que a instituição preferiu não fazer os cálculos ainda para não gerar expectativas na categoria. Ele considera a decisão judicial uma vitória mas lembra que ela ainda comporta recursos, daí temer comemorar antes da hora.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)