Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/08/2005 09:36

Juiz interroga preso via TV

TJ/MS

A Justiça de São Paulo começou ontem a usar o sistema de videoconferência nas audiências das varas criminais do Estado. A medida tem como objetivo dar agilidade aos processos e acabar com o chamado turismo penitenciário, que o preso faz ao ser transportado da prisão para o fórum."Com a redução dos deslocamentos dos detentos, diminuiremos automaticamente o risco de tentativas de resgate e a possibilidade de fugas", disse o governador, Geraldo Alckmin.

A primeira audiência foi realizada às 9h, com o interrogatório de um preso do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros. A sala de audiência no fórum terá um terminal ligado à Intragov, rede de dados do governo com sinal digital. Ela funcionará 24 horas e terá o suporte da Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp).

A videoconferência será feita por meio de duas televisões de 29 polegadas, uma no fórum e outra na prisão. Haverá ainda uma câmera em cada lugar, que se movimentará para garantir uma visão ampla a quem está do outro lado da rede. Essa câmera ficará na altura dos olhos do preso. Um telefone digital poderá ser usado pelos advogados para conversar privativamente com o cliente. Nesses momentos, o microfone da sala do preso será desligado para garantir a privacidade da instrução do defensor.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)