Cassilândia, Sábado, 23 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

09/04/2010 17:41

Juiz diz que levou 2h para calcular penas por abortos

Campo Grande News/ Edivaldo Bitencourt e Danúbia Burema

O juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, afirmou, após encerrar o júri popular sobre os abortos, que gastou duas horas para calcular as penas das enfermeiras e de uma psicóloga da Clínica de Planejamento Familiar. Elas foram condenadas a penas de um ano e três meses a sete anos de reclusão, que, inicialmente, serão cumpridos em regime aberto.

Ele afirmou que mais de 500 mulheres foram indiciadas pela prática do aborto na clínica da ex-médica Neide Mota Machado, que se suicidou em novembro do ano passado. Algumas foram condenadas a pena de dois anos, com prescrição de direitos e prestação de serviços. Outras tiveram as penas prescritas.

O magistrado destacou que o julgamento foi um dos mais complexos e com grande dimensão. Ele disse que o júri teve duração menor porque a defesa desistiu de oito testemunhas e foi exibido apenas um dos três vídeos.

O júri foi realizado hoje após ser adiado pelo juiz a pedido da defesa. Os dois promotores do caso, Paulo Cezar dos Passos e Luciana Nagib Amaral, foram afastados do caso a pedido do advogado Renê Siufi.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Quinta, 21 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)