Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/03/2010 19:20

Juiz decide levar a júri acusados de agredir por inveja

Campo Grande News/ Edivaldo Bitencourt

O juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Carlos Alberto Garcete, pronunciou e levará a júri popular os dois jovens acusados de tentar matar um universitário por inveja em 13 de fevereiro do ano passado. A vítima, Clayton Jonas Torres Freitas, 19 anos, ficou em estado vegetativo, dependendo da ajuda de familiares para se alimentar e realizar as atividades diárias.

Diego Bispo da Silva e Cássio Henrique da Silva Rodrigues, ambos de 19 anos, vão a júri popular pelo crime de tentativa de homicídio, motivo torpe, meio cruel e de ter dificultado a defesa da vítima.

Eles só não vão a julgamento por corrupção de menores, porque o adolescente, que participou da ação criminosa, tem uma lista de antecedentes, apesar de ter apenas 14 anos de idade.

O caso - O crime ocorreu à 1h da madrugada de 13 de fevereiro deste ano na Rua Catigua, no Jardim Canguru, na saída para São Paulo. Conforme a denúncia do MPE (Ministério Público Estadual), Diego, Cássio e o adolescente agrediram Clayton a chutes, socos e coronhadas. Eles só não o mataram porque o revólver não teria funcionado.

A agressão acabou interrompendo a vida do jovem, que apesar de morar numa região pobre da cidade, passou na faculdade, era estagiário no Bradesco e não falava palavrões. A sua conduta despertou a inveja dos colegas, que residem no mesmo bairro.

Para o juiz, há indícios suficientes da prática do crime e da participação dos dois jovens. Cássio negou ter participado do caso. A sua defesa alegou que não houve prova de autoria.

Já a defesa de Diego Bispo da Silva tentou apenas afastar as qualificadoras. Após a manifestação do Ministério Público e da Defesa, o juiz marcará a data do julgamento.

Outros crimes – Diego Bispo da Silva foi condenado, no dia 11 do mês passado, por homicídio qualificado a 15 anos de reclusão em regime fechado.

No julgamento presidido pelo juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, Silva foi condenado pelo assassinato de Antônio Milton Gomes dos Reis, ocorrido às 22h de 25 de dezembro de 2008.

Ele ainda responde a outro crime de tentativa de homicídio e poderá ir a júri popular neste ano.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)