Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/01/2010 15:32

Juiz concede liminar para desapropriar áreas para anel

Campo Grande News/ Edivaldo Bitencourt

O juiz da 6ª Vara Cível de Dourados, José Domingues Filho, concedeu liminar para desapropriar três áreas para a construção anel rodoviário de Dourados, a 230 quilômetros de Campo Grande. Foram depositados R$ 14,1 mil pelos três imóveis.

O prefeito Ari Artuzi (PDT) está desapropriando 81,2 hectares para a construção do anel viário, que será feita pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos). Segundo a assessoria, a maior parte foi doada pelos produtores rurais. Em outras, eles aceitaram a indenização proposta pela prefeitura.

Com a decisão da Justiça, a prefeitura vai pagar R$ 4.502,76 para José Alves Barbosa pela área de 0,34 hectares. Lucinda Maria do Carmo receberá R$ 5.466,45 por 0,41 hectares. E Luiz David Catelan terá R$ 4.193,37 por 0,31 hectare.

Conforme o procurador-geral do Município, Fernando Baraúna, essas foram as únicas ações que o município precisou protocolar na Justiça, já que dos 97 proprietários atingidos, a grande maioria já aceitou o acordo com a prefeitura.


Após a concessão da liminar, os oficiais de Justiça vistoriaram na manhã desta terça-feira as áreas atingidas pelas ações. Fernando Baraúna acompanhou o trabalho.

Segundo ele, após a vistoria será emitido o Auto de Emissão de Posse Provisória à prefeitura. Segundo os oficiais de Justiça, os proprietários terão 15 dias de prazo para contestar a liminar. Após esse procedimento, o juiz deverá decidir sobre a posse definitiva das áreas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)