Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/02/2014 09:33

Juiz acusa Barça de crime fiscal em contratação de Neymar

Portal Terra

O juiz Pablo Ruz, da Audiência Nacional da Espanha, acusou o Barcelona como pessoa jurídica por crime fiscal na contratação do brasileiro Neymar. O magistrado considerou que o clube catalão fraudou 9,1 milhões de euros (cerca de R$ 30 milhões) à Receita, segundo informações do jornal El País.

No documento oficial, o juiz não cita especificamente a quantidade sonegada. Porém, aponta que pagamentos feitos a "sociedades aparentemente vinculadas ao jogador poderiam corresponder, em sua verdadeira natureza, a uma retribuição maior ao próprio jogador". Os 9,1 milhões de euros foram citados na última quarta-feira pela procuradoria da Audiência Nacional, que formalizou a denúncia ao juiz Ruz.

Ruz determinou a apresentação das liquidações de impostos do Barcelona dos anos de 2011, 2012 e 2013. O juiz também exigiu do pai de Neymar diversos contratos e documentos de suas empresas relacionadas à transferência do atacante, bem como a certificação sobre se a declaração de impostos de Neymar deveria ser feita na Espanha ou no Brasil em 2013.

Segundo o juiz, houve uma "simulação contratual supostamente levada a cabo entre as partes que assinaram os acordos" para supostamente mascarar a "finalidade real de compromissos e obrigações econômicas documentadas (...) com a aparência formal dos contratos assinados". Ou seja, os valores pagos pelo Barcelona às empresas do pai de Neymar (veja infográfico abaixo) deveriam ser tributados como parte da transferência.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)