Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/02/2004 07:57

Judô: brasileiras ficam em terceiro no Torneio de Sofia

Agência Brasil

Depois do bronze conquistado pelo meio-médio Flávio Canto, no último fim de semana (24-25/1), no Torneio de Moscou, foi a vez das meninas subirem ao pódio em uma competição válida pelo Circuito Europeu. A meio-médio Vânia Ishii e a meio-pesado Edinanci Silva levaram o bronze no Torneio de Sofia, Bulgária, neste fim de semana (31-1/2). As equipes masculina e feminina do Brasil seguem, agora, para o Torneio de Paris, na França, uma das mais tradicionais e importantes competições de judô no mundo. Este ano, o Circuito Europeu vale como seletiva olímpica para os países daquele continente. O Torneio de Sofia reuniu 203 mulheres de 33 países.

Vânia Ishii venceu cinco de suas seis lutas, perdendo apenas para a eslovena Urska Zolnir e garantindo o bronze com uma vitória por waza-ari no golden score sobre a britânica Gemma Hutchins. Edinanci Silva, por sua vez, fez cinco lutas, sendo derrotada somente na semifinal pela alemã Uta Kuehnen. Na decisão de terceiro lugar, a brasileira brilhou e venceu a também alemã Jenny Karl por ippon com apenas 31 segundos de luta.

Vânia e Edinanci vêm de boas campanhas em 2003. A meio-médio foi prata nos Jogos Pan-Americanos e quinta colocada no Mundial de Osaka, garantindo a participação seu peso em Atenas. Já a judoca meio-pesado foi campeã no Pan de Santo Domingo e ficou com o bronze no Mundial, também assegurando sua categoria nas Olimpíadas. Ambas ainda buscam um lugar na equipe que irá representar o Brasil na Grécia e estão em vantagem sobre suas adversárias na seletiva. Vânia venceu Érica Moraes na primeira etapa da melhor de três e Edinanci passou por Claudirene César. Se vencerem novamente no dia 13 de março, em Ipatinga/MG, carimbam o passaporte para os Jogos Olímpicos.

As outras brasileiras perderam logo na primeira luta na Bulgária e não voltaram ao tatame para a repescagem, pois suas adversárias foram derrotadas na rodada seguinte. Apenas Priscila Marques, no pesado, chegou à segunda luta, mas acabou eliminada pela búlgara Tsvetana Bozhilova. A ligeiro Marli Midori esbarrou na holandesa Nynke Klopstra. No meio-leve, Cátia Maia perdeu para finlandesa Jaana Sundberg e a leve Danielle Zangrando não passou pela húngara Brigitta Szabo, na categoria com maior número de inscritas (34). Cristina Sebastião, no médio, caiu diante de Andrea Pazoutova, da República Tcheca.

Nesta primeira etapa da preparação olímpica na Europa, com as equipes masculina e feminina treinando e participando de duas etapas do Circuito Europeu, a Confederação Brasileira de Judô investiu cerca de R$ 250 mil. Somando-se ao que será gasto com o segundo grupo, que viaja no meio de fevereiro para fazer também treinamentos e disputar o Circuito, a CBJ terá aplicado cerca de R$ 495 mil, dinheiro recebido por meio da Lei Agnelo-Piva.

“Com o investimento desses R$ 495 mil, nossa intenção é continuar dando a melhor preparação para os atletas até as Olimpíadas. São 19 profissionais dedicados à preparação da equipe e confiamos que teremos um aumento quantitativo e qualitativo no quadro de medalhas do judô, comparando com o desempenho em Sydney 2000", comentou o presidente da CBJ, Paulo Wanderley, apostando em pelo menos três medalhas olímpicas na Grécia, sendo uma delas de ouro. "Mas se isso realmente vai acontecer, apenas nossos atletas poderão responder", acrescentou o dirigente, lembrando que, na Austrália, o judô brasileiro voltou para casa com duas pratas, de Tiago Camilo e Carlos Honorato.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)