Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/02/2009 14:13

Judiciário precisa de quase o dobro de servidores

Agência Brasil

Brasília - Pesquisa divulgada hoje (10) pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) revela que, para acelerar a tramitação de processos na Justiça, seria preciso praticamente dobrar o número de servidores do Poder Judiciário. Atualmente, cada unidade judicial tem, em média, 3,6 técnicos, 1,5 analista e 2,3 oficiais.

No entanto, de acordo com os juízes entrevistados, para atender à demanda existente, seriam necessários, em média, 5,7 técnicos, 3,3 analistas e 4,2 oficiais em cada unidade. A pesquisa revela que quase metade dos magistrados (47%) classifica como ruim ou péssimo o número de funcionários disponíveis nas unidades de trabalho.

O volume de processos também é apontado como um fator que pode comprometer a eficácia do atendimento. Em 85% das unidades, há mais de mil processos tramitando e em 6% dos fóruns a quantidade passa de 10 mil.

O levantamento, inédito, mostra as condições de trabalho de juízes federais, estaduais, militares e trabalhistas de todas as regiões do Brasil. Mais de 1,2 mil juízes contribuíram com informações sobre segurança, funcionários, tecnologia da informação, orçamento, estrutura física e número de processos.

A pesquisa também mostra que que 99% dos juízes não sabem qual é o orçamento destinado à unidade em que atuam. Apesar do desconhecimento, 69% consideram o dinheiro insuficiente.

Para o presidente da AMB, Mozart Valadares Pires, a falta de participação dos juízes na discussão e na aplicação dos recursos é o principal problema no Poder Judiciário e a causa de todos os outros, como a morosidade. “Não existe uma discussão maior sobre a aplicação do orçamento do Judiciário. Precisamos ouvir os juízes, saber as suas necessidades e aplicar o orçamento nessas áreas”, afirma.

Em relação à qualificação, os funcionários do Poder Judiciário na Região Sul foram considerados os mais aptos: 42% dos juízes da região consideram os servidores com qualificação ótima ou boa. Já no Nordeste 40% dos magistrados avaliaram a qualificação dos funcionários como ruim ou péssima.

O aspecto de tecnologia da informação também interfere na lentidão da Justiça. De acordo com a pesquisa, apenas 20% das varas utilizam um sistema integrado de informação, 78% dos fóruns não possuem estrutura para digitalização das peças processuais e somente 11% utilizam formulários eletrônicos. A questão da segurança também foi avaliada de forma negativa. Em 46% dos fóruns não há policiamento, e nos locais onde existe, 85% dos juízes avaliam que o policiamento é insuficiente.

A pesquisa será entregue ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “Essa é a contribuição da AMB para a elaboração do plano estratégico do Poder Judiciário brasileiro”, disse Mozart Valadares Pires.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)