Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/07/2005 07:15

Jucá põe cargo à disposição

Lana Cristina/ABr

O ministro da Previdência, Romero Jucá, afirmou hoje, na cerimônia de posse dos três ministros de seu partido, o PMDB, que se voltar ao Senado, continuará apoiando o governo. "O importante é ajudar na governabilidade, ajudar o país", disse. Jucá relatou conversa que teve com o presidente Lula na última sexta-feira (1º), quando foi comunicado do critério de permanência no governo. "O presidente criou um critério que estipula que quem será candidato no próximo ano deverá deixar o governo. Eu não posso dizer que não sou candidato a governador no próximo ano", disse o ministro, sobre sua resposta ao presidente.

Jucá disse que colocou seu cargo à disposição, ao ser comunicado do critério, mas o presidente, segundo ele, pediu que ele continuasse seu trabalho. "É o que estou fazendo", relatou. O ministro contou também que na segunda-feira (4) esteve em Roraima, estado pelo qual poderá concorrer a governador, assim que soube da condição de permanência no governo. Mas não revelou o teor das conversas com seus correligionários.

O ministro informou ter defendido, na conversa com Lula, a indicação de um nome técnico para substituí-lo, caso deixe a pasta. "Defendi um nome técnico, porque eu encaminhei uma solução técnica (à frente do ministério). Nós construímos novos modelos para a Previdência. É importante agora que haja uma gestão técnica-operacional, para dar continuidade ao trabalho", afirmou. Segundo Jucá, o momento, na Previdência, é de consolidar os modelos, porque os resultados já são uma realidade. "Eu disse ao presidente que qualquer dos secretários do ministério, qualquer presidente de estatal do ministério, tem condições de ser ministro, como outras pessoas da área técnica que estão em outros ministérios", revelou.

E informou que com a definição da reforma ministerial anunciada pelo presidente Lula para segunda-feira (no mais tardar na terça, afirmou o presidente), e com a confirmação de sua candidatura, ele voltará ao Senado, onde permanecerá até as eleições. "Volto ao Senado, continuarei apoiando o governo", afirmou.

No discurso da cerimônia de posse dos três novos ministros, o presidente Lula confirmou o critério de permanência no governo. "Os companheiros e companheiras que estão no governo, que serão candidatos a alguma coisa nas próximas eleições, eu entendi que seria melhor deixarem o governo agora do que deixar o governo no mês de março, ou abril do próximo ano".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)