Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/10/2013 16:14

Jovem que torturou criança presenciou morte da mãe e conviveu com assassinos

Campo Grande News

O jovem de 21 anos, preso em flagrante no Jardim Bálsamo, no domingo (27), sob a acusação de torturar uma menina de dois anos e manter em cárcere privado a mãe da criança, presenciou o assassinato da própria mãe e foi obrigado a conviver com os autores do crime, já que não tinha para onde ir, conforme a conselheira Vania Nogueira.

Em entrevista a uma emissora de televisão, nesta quarta-feira (30), a conselheira ressaltou que somente no ano de 2006 é que apareceu o pai biológico da criança. Tempos depois, no ano de 2006, ele foi deixado no Conselho Tutelar e depois é que apareceu o pai biológico de Jones Alberto Gomes Correa, segundo a conselheira.

O delegado que investiga o crime, Paulo Sérgio Lauretto, também comentou que existem duas ocorrências, registradas na Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e a Juventude), envolvendo Jones. “São agressões quando ele era adolescente, porém ocorreram no seio familiar”, ressalta o delegado.

Em depoimento, o jovem negou todas as acusações, porém as suas declarações “não possuem fundamento”, conforme o delegado. “Ele comentou que um amigo pode confirmar a sua versão, de que a criança já chegou em sua casa ferida, mas, quando questionado onde estaria essa pessoa, falou que viajou para o Paraguai e nem sabe onde está agora”, afirma o delegado.

Após a oitiva com a mãe da criança, a crueldade do jovem chamou a atenção até da Polícia. Na ocasião, a vítima ressaltou que o suspeito dava chutes e socos em seu corpo, além de colocar a cabeça da criança em uma máquina de lavar roupas cheia de água, ligando e desligando o equipamento. Mais uma testemunha será ouvida nesta tarde.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)