Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/01/2014 16:22

Jovem é baleado durante protesto contra gastos com a Copa

Camila Maciel, Agência Brasil

 

Um rapaz de 23 anos foi baleado ontem (25) na mesma região onde ocorria o protesto contra os gastos públicos com a Copa do Mundo. Conforme cálculo da Polícia Militar (PM), o protesto reuniu pelo menos 2,5 mil pessoas na capital paulista. De acordo com a PM, dois policiais abordaram, por volta das 22h30, dois homens “em atitude suspeita” – um deles estava com explosivos na mochila. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, Fabrício Proteus Nunes Fonseca Mendonça Chaves reagiu à abordagem usando um estilete e foi baleado.

O outro rapaz tentou fugir, mas foi capturado e levado para o 4º Distrito Policial (DP), no bairro Consolação. A PM informou que a ocorrência foi registrada no endereço Rua Consolação, 1.560, onde a abordagem começou, como resistência, lesão corporal e desobediência. O caso está sendo investigado pela Corregedoria da PM e pela Polícia Civil. O delegado requisitou exame pericial para o local e para os objetos apreendidos e exame residuográfico para os policiais militares.

Fabrício foi socorrido pelos próprios policiais e levado à Santa Casa, na região central. De acordo com o hospital, o jovem deu entrada na noite de ontem e se encontra na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave, mas estável. Ele foi baleado um tiro no tórax e outro no pênis. Durante a madrugada, passou por cirurgia, mas o ferimento na pélvis levou à perda de um dos testículos.

O procedimento adotado pelos policiais, ao socorrer o jovem, contraria uma resolução da Secretaria de Segurança, de janeiro de 2013, que orienta a não remoção de pessoas feridas em confronto. Segundo a norma, o transporte devem ser feito preferencialmente pelo serviço médico de emergência. A medida visa a impedir a descaracterização da cena da ocorrência. O órgão destaca, no entanto, que a remoção pode ser feita caso não haja serviço de emergência disponível ou a espera seja muito longa.

O protesto contra os gastos públicos na Copa do Mundo de Futebol partiu da Avenida Paulista por volta das 17h e no início da noite chegou ao centro da cidade, onde houve confronto entre policiais e manifestantes. Na tarde de hoje (26), com base nos registros das delegacias, a secretaria atualizou o número de detidos para 135. Doze eram adolescentes. A PM havia informado, inicialmente, o número de 146 detenções. Todos foram liberados na madrugada de hoje (26) após prestar depoimento.

Os detidos respondem por dano, localização e apreensão de objetos irregulares, lesão corporal, resistência, porte de arma e de droga, dano qualificado e furto. A manifestação, marcada para o dia da festa dos 460 anos da cidade, foi a primeira do ano da Copa do Mundo no Brasil. São Paulo é uma das cidades-sede da Copa.

Ontem, por razões de segurança, a prefeitura cancelou parte da programação do aniversário da cidade. As atividades do projeto SP na Rua, que reúne coletivos urbanos, ocorreriam a partir das 22h em ruas do centro. Pequenas pistas de dança e atividades culturais seriam montadas por grupos como o Voodoohop, Santo Forte, Pilantragi, A Rua é Show, entre outros. Em nota, o governo municipal diz que estuda realizar o evento em outra data.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)