Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/06/2009 19:57

Jornalistas e estudantes protestam contra decisão

Thais Leitão , Agência Brasil

Rio de Janeiro - Profissionais e estudantes de jornalismo caminharam pelas ruas do centro do Rio de Janeiro na manhã de hoje (22) para protestar contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que acabou com a obrigatoriedade do diploma para exercício da atividade. Vestidos de preto, carregando diplomas e faixas, representantes da categoria partiram da sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), passaram pela Câmara dos Vereadores, na Cinelândia, e encerraram o ato em frente ao Palácio Tiradentes, sede da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

De acordo com o diretor do Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio de Janeiro, Alberto Jacob Filho, a decisão do Supremo pode comprometer a credibilidade de informações divulgadas à população, principalmente numa época em que as ferramentas de comunicação, como a internet, permitem a proliferação de emissores de notícias.

“É um absurdo, um retrocesso. Agora qualquer um pode criar um blog, um site, se dizendo jornalista, e escrever o que quiser. A qualidade dessa informação pode trazer inúmeros prejuízos para a sociedade porque ela não tem nenhuma qualificação, mas mexe com a vida de muita gente, com o funcionamento de supermercados, com a saúde das pessoass entre outros. É necessário haver um mínimo controle ético”, defendeu.

Jacob Filho disse que desde a decisão do STF, na semana passada, o número de pessoas que procuram diariamente o sindicato para obter a carteira de identificação de jornalista aumentou de dois para 30. A concessão do documento, no entanto, foi suspensa, segundo o diretor do sindicato, para “evitar que pessoas de má-fé se utilizem dessa brecha para se passar por jornalistas”. Ele informou que todos os casos estão sendo encaminhados para a Federação Nacional de Jornalismo (Fenaj), em Brasília.

A estudante do oitavo período de jornalismo Isabela Guedes disse estar decepcionada num momento que deveria ser de comemoração.

“Termino a minha faculdade com a sensação de que joguei quatro anos no lixo. Agora meu diploma não vai ter utilidade maior do que isto”, disse ela, segurando um rolo de papel higiênico.

Lívia Lamblet, também estudante de jornalismo, reclamou da decisão do STF e disse temer pela entrada no mercado de trabalho.

“Na maioria das empresas de comunicação a gente vê muita gente conseguir uma vaga porque tem quem indique, independente de sua capacidade profissional. Agora, então, que nem o diploma vai ser exigido, esses casos vão aumentar”, disse.




Edição: Lílian Beraldo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)