Cassilândia, Terça-feira, 28 de Março de 2017

Últimas Notícias

11/05/2004 15:03

João Paulo pede números que definiram salário mínimo

Agência Câmara

O Governo deveria apresentar os números nos quais se baseou para fixar o novo salário mínimo em R$ 260. A avaliação é do presidente da Câmara, João Paulo Cunha, que, agora há pouco, cobrou as fontes utilizadas para o cálculo. "O Governo tem que explicar qual foi a base que originou esse valor, porque o Executivo ficou quase um mês para editar a medida provisória do salário mínimo e provavelmente analisou vários cenários", disse.
No último dia 30, foi editada a MP 182/04, reajustando o salário mínimo. O texto está sendo analisado por uma comissão mista e, a seguir, será encaminhado para apreciação dos deputados em plenário.

Divergências
João Paulo disse ainda que, em todos os partidos, há divergências sobre o novo valor do mínimo e que quase todos estão sugerindo alterações. "Vamos ver qual é o ponto que vai unificar a maioria dos deputados. Eu acho que precisamos aguardar a comissão, verificar os estudos que estão sendo realizados".
O presidente garantiu que nenhuma "loucura" será feita. "Certamente os deputados e senadores vão trabalhar com bastante cuidado e, se eventualmente sugerirem um novo valor, justificarão as fontes para tal mudança", concluiu.

Reportagem - Beth Veloso
Edição - Natalia Doederlein

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Março de 2017
Domingo, 26 de Março de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)