Cassilândia, Domingo, 23 de Julho de 2017

Últimas Notícias

20/11/2007 12:56

Jacini alega 'razão de Estado' para monitorar Fetems

Graciliano Rocha - Campo Grande News

O secretário Wantuir Jacini (Justiça e Segurança Pública) defendeu a espionagem na reunião que a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de MS).

Instado a responder se o uso do serviço reservado da PM para monitorar uma assembléia de professores não se tratava de uma futilidade, Jacini apresentou uma versão segundo a qual o governo teria informações de que estava sendo organizada uma manifestação sem precedentes na história do Estado.

“Havia informações de que estava sendo organizada uma manifestação com 5 mil professores que tinha por finalidade impedir o andamento administrativo de todas as secretarias do governo”, Parque dos Poderes.

Ao invés da “super-manifestação” mencionada por Jacini, o relatório 156-PM-2-07, elaborado pela 2ª Seção da Polícia Militar, faz referência somente à organização dos professores para participar de uma audiência pública na Assembléia Legislativa.

O relatório se atém à discussão das mudanças propostas pelo governo na eleição dos diretores de escola. Entre elas, a orientação a um possível boicote ao sistemo proposto pelo governo a, à distribuição gratuita de gasolina pela Fetems para a participação na audiência pública e a convocação de pais e alunos para engrossar o protesto.

“Top secret” - A ‘diligência’ da PM-2 anexou ao relatório ainda dois panfletos que nada têm de secretos. Em ambos entidades sindicais criticam a proposta de mudança e, curiosamente, um deles chegou até a ser publicado pelos jornais de Campo Grande.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 23 de Julho de 2017
08:00
Receita do dia
Sábado, 22 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
Sexta, 21 de Julho de 2017
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)