Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

31/10/2010 12:17

Já foram substituídas 686 urnas em todo Brasil

Agência TSE

O secretário de Tecnologia e Informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Giuseppe Janino, informou em entrevista coletiva neste domingo (31), que até as 10h30 apenas 686 urnas eletrônicas foram substituídas em todo o país, neste segundo turno das eleições, de um total de 400 mil urnas. O estado do Rio de Janeiro foi o que mais substituiu urnas até agora, em um total de 124. Em seguida, vem São Paulo, com 123. Em Minas Gerais, 79 urnas foram substituídas.

Santa Catarina teve 49 urnas substituídas até as 10h30, seguido do Paraná, com 46 e Distrito Federal, com 42. Na Bahia, foram substituídas 35 urnas, 31 no Rio Grande do Sul, 27 em Goiás, 22 no Ceará, 20 em Mato Grosso, 15 no Piauí, 13 na Paraíba, 12 em Mato Grosso do Sul, 11 em Sergipe, 10 no Espírito Santo, 7 no Rio Grande do Norte, 6 no Amazonas, 4 em Alagoas e em Rondônia, 3 no Pará, 2 no Amapá e uma em Tocantins.

O total de 686 urnas substituídas equivale a 0,171% do total de urnas. Proporcionalmente ao número de urnas de cada unidade federativa, o Distrito Federal tem, até agora, um percentual de 0,8%, seguido do Rio de Janeiro, com 0,4% e Santa Catarina, com 0,3%.

O secretário informou ainda que, até as 10h30 não houve registro de nenhum processo manual de votação. Salientou que o que mais ocasiona a substituição de urnas é o mau funcionamento do “harder”.

Ocorrências

Na mesma entrevista, o assessor-chefe da Corregedoria Geral Eleitoral, Sérgio Cardoso, informou que, até as 10h30, foram registradas no país 21 ocorrências sem prisão e 13 com prisão.

Na Bahia, foram 11 ocorrências, sendo cinco com prisão, seguido de quatro sem prisão no Rio Grande do Sul, e três no Distrito Federal, sendo duas com prisão.

Em Santa Catarina, houve a prisão de um mesário no Balneário Piçarraras, que se insurgiu e agrediu o chefe da seção eleitoral. Normalmente, as ocorrências registradas em dia de eleição são em sua maioria por boca de urna e propaganda eleitoral.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)