Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/12/2005 06:55

Italívio será nome de viaduto em Campo Grande

Michele Nakazato

Foi aprovado por unanimidade, na Câmara Municipal de Campo Grande, nesta quinta-feira (8), o projeto de lei que denomina “Senador Italívio Coelho” o viaduto localizado na rua Ceará com a Avenida Afonso Pena. De autoria dos vereadores Edil Albuquerque (PMDB) e Edmar Neto (PSDB) a denominação é uma homenagem ao ex-senador e ex-deputado estadual falecido em 21 de setembro deste ano e que deixou seu legado para o movimento ruralista e para a política, entrando para a história do Mato Grosso do Sul.



Edmar Neto explicou que Italívio Coelho foi “um importante homem público e que é justa a homenagem prestada pelos significativos trabalhos que realizou pela comunidade”.



Italívio era irmão do também ex-senador Ludio Coelho e pai do atual presidente da Acrissul, Laucidio Coelho Neto, e dos pecuaristas Aluisio e Hamilton Coelho Lessa. Foi advogado e produtor rural. Elegeu-se deputado estadual pela UDN. Participou da elaboração da Constituição de Mato Grosso em 1947. Atuou como presidente da Acrissul de 1957 a 1959. Em 1972 chegou ao Senado em substituição ao mato-grossense Filinto Muller, que havia falecido, e participou da sessão histórica e votou pela criação de Mato Grosso do Sul.





Foi aprovado por unanimidade, na Câmara Municipal de Campo Grande, nesta quinta-feira (8), o projeto de lei que denomina “Senador Italívio Coelho” o viaduto localizado na rua Ceará com a Avenida Afonso Pena. De autoria dos vereadores Edil Albuquerque (PMDB) e Edmar Neto (PSDB) a denominação é uma homenagem ao ex-senador e ex-deputado estadual falecido em 21 de setembro deste ano e que deixou seu legado para o movimento ruralista e para a política, entrando para a história do Mato Grosso do Sul.



Edmar Neto explicou que Italívio Coelho foi “um importante homem público e que é justa a homenagem prestada pelos significativos trabalhos que realizou pela comunidade”.



Italívio era irmão do também ex-senador Ludio Coelho e pai do atual presidente da Acrissul, Laucidio Coelho Neto, e dos pecuaristas Aluisio e Hamilton Coelho Lessa. Foi advogado e produtor rural. Elegeu-se deputado estadual pela UDN. Participou da elaboração da Constituição de Mato Grosso em 1947. Atuou como presidente da Acrissul de 1957 a 1959. Em 1972 chegou ao Senado em substituição ao mato-grossense Filinto Muller, que havia falecido, e participou da sessão histórica e votou pela criação de Mato Grosso do Sul.









Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)