Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/12/2005 06:55

Italívio será nome de viaduto em Campo Grande

Michele Nakazato

Foi aprovado por unanimidade, na Câmara Municipal de Campo Grande, nesta quinta-feira (8), o projeto de lei que denomina “Senador Italívio Coelho” o viaduto localizado na rua Ceará com a Avenida Afonso Pena. De autoria dos vereadores Edil Albuquerque (PMDB) e Edmar Neto (PSDB) a denominação é uma homenagem ao ex-senador e ex-deputado estadual falecido em 21 de setembro deste ano e que deixou seu legado para o movimento ruralista e para a política, entrando para a história do Mato Grosso do Sul.



Edmar Neto explicou que Italívio Coelho foi “um importante homem público e que é justa a homenagem prestada pelos significativos trabalhos que realizou pela comunidade”.



Italívio era irmão do também ex-senador Ludio Coelho e pai do atual presidente da Acrissul, Laucidio Coelho Neto, e dos pecuaristas Aluisio e Hamilton Coelho Lessa. Foi advogado e produtor rural. Elegeu-se deputado estadual pela UDN. Participou da elaboração da Constituição de Mato Grosso em 1947. Atuou como presidente da Acrissul de 1957 a 1959. Em 1972 chegou ao Senado em substituição ao mato-grossense Filinto Muller, que havia falecido, e participou da sessão histórica e votou pela criação de Mato Grosso do Sul.





Foi aprovado por unanimidade, na Câmara Municipal de Campo Grande, nesta quinta-feira (8), o projeto de lei que denomina “Senador Italívio Coelho” o viaduto localizado na rua Ceará com a Avenida Afonso Pena. De autoria dos vereadores Edil Albuquerque (PMDB) e Edmar Neto (PSDB) a denominação é uma homenagem ao ex-senador e ex-deputado estadual falecido em 21 de setembro deste ano e que deixou seu legado para o movimento ruralista e para a política, entrando para a história do Mato Grosso do Sul.



Edmar Neto explicou que Italívio Coelho foi “um importante homem público e que é justa a homenagem prestada pelos significativos trabalhos que realizou pela comunidade”.



Italívio era irmão do também ex-senador Ludio Coelho e pai do atual presidente da Acrissul, Laucidio Coelho Neto, e dos pecuaristas Aluisio e Hamilton Coelho Lessa. Foi advogado e produtor rural. Elegeu-se deputado estadual pela UDN. Participou da elaboração da Constituição de Mato Grosso em 1947. Atuou como presidente da Acrissul de 1957 a 1959. Em 1972 chegou ao Senado em substituição ao mato-grossense Filinto Muller, que havia falecido, e participou da sessão histórica e votou pela criação de Mato Grosso do Sul.









Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)