Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/09/2004 12:49

Italianos são os que mais adotam crianças brasileiras

Cecília Jorge/ABr

Nas últimas duas décadas, mais de 12 mil crianças brasileiras foram adotadas por famílias estrangeiras. Os casais italianos são os que mais procuram no Brasil crianças para adoção. Nos últimos dez anos, eles adotaram cerca de cinco mil menores brasileiros.

Para capacitar os profissionais do Brasil e da Itália que trabalham com adoção internacional, os dois países estão realizando, em Brasília, um seminário sobre o assunto.O assessor do departamento consular da Embaixada da Itália no Brasil, Pasquale Matafora, disse que mais importante que informar sobre as normas e leis de adoção internacional, é sensibilizar os profissionais sobre os efeitos da adoção. “A adoção é um ato de amor, ou seja, um ato que está tratando do futuro de uma pessoa”, disse Matafora.

No seminário, autoridades brasileiras e italianas concordam que a legislação do Brasil sobre adoção internacional é eficiente para evitar o tráfico de crianças e a comercialização delas no exterior. O delegado da Polícia Federal, Rogério Galloro, disse que os estrangeiros interessados em adoção são acompanhados desde a entrada no país até a saída.

A adoção internacional no país é regulamentada pela Convenção de Haia. Para adotar uma criança no Brasil, os estrangeiros têm que comprovar condições financeiras e psicológicas de criá-la.

O processo demora cerca de um ano. Período que, de acordo com Pasquale Matafora, é importante para a integração entre a criança e seus novos pais, evitando problemas de adaptação. Nos primeiros quatro anos, as famílias devem encaminhar relatório sobre a situação da criança no exterior às autoridades brasileiras. Ao ser adotada, a criança tem direito à cidadania do país de origem de seus pais adotivos, mas não perde a cidadania brasileira.

O secretário adjunto de Direitos Humanos, Mário Mamede, disse que, em geral, as crianças adotadas por estrangeiros são mais velhas, já que a adoção internacional é o último recurso para integrar uma criança em uma família. As crianças adotadas por casais italianos, por exemplo, têm, em média, quatro anos de idade

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)