Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/12/2006 14:58

Investimento sucroalcooleiro pode chegar a R$ 8,9 bi

Dados do Conselho de Desenvolvimento Industrial do Estado (CDI), ligado à Secretaria da Produção e do Turismo (Seprotur), mostram que o setor sucroalcooleiro pode crescer 73,8% nos próximos anos, em relação ao número de indústrias instaladas. Isso significa que o setor deve investir no Estado cerca de R$ 8,9 bilhões com a geração de 66.863 empregos entre os 25 municípios envolvidos. Os números referem-se aos 42 projetos de investimentos protocolados junto ao CDI com pedidos de incentivos fiscais, dos quais cinco já estão em fase de instalação.

Se a previsão de investimento no setor sucroalcooleiro se confirmar, a área plantada de cana-de-açúcar no Estado pode chegar a ter um incremento de mais de 500%. Nesse caso a capacidade de moagem das usinas chegaria a 86,7 milhões de toneladas/ano com uma produção de cerca de 607 milhões de toneladas/ano de açúcar e 2,6 bilhões de litros/ano de álcool, entre anidro e hidratado. “O governo estadual vem conseguindo cumprir a política de desenvolvimento sustentável do Estado por meio da atração de novos investidores e a diversificação da base econômica sul-mato-grossense. A previsão de expansão do segmento sucroalcooleiro é o início de um trabalho que deve ser contínuo", comenta o secretário de Estado da Produção e do Turismo, João Cavalléro.

Atualmente Mato Grosso do Sul conta com 11 usinas instaladas em 10 municípios, sendo nove em pleno funcionamento (Alcoolvale – Aparecida do Taboado; Usina Maracaju – Maracaju; Usina Naviraí – Naviraí; Usina CBA - Sidrolândia; Usina Sonora – Sonora; Santa Fé – Nova Alvorada do Sul; Debrasa – Brasilândia; e Santa Helena – Nova Andradina) e outras duas que foram inauguradas este ano (Dourados Açúcar e Álcool – Dourados; e Usina Eldorado – Rio Brilhante).

Só na última safra a área plantada no Estado chegou a 180 mil hectares de cana-de-açúcar, com uma produção – nas unidades em funcionamento – de mais de 663,2 mil toneladas de açúcar e 770,4 milhões de litros de álcool anidro e hidratado. A oferta de emprego nessas unidades é de aproximadamente 18.000 postos de trabalho.


Câmara Setorial - Mato Grosso do Sul tem se destacado, nos últimos anos, no setor sucroalcoleiro nacional, não pela produção atual, mas pelas potencialidades existentes no cultivo da cana-de-açúcar, cujas plantações apresentam excelentes rendimentos e baixos custos de produção em comparação às médias verificadas nos demais estados da região Centro-Sul. A Câmara Setorial do Setor Sucroalcooleiro é uma das ferramentas responsáveis pela desenvoltura da atividade no Estado.

Hoje, além de fomentar a geração de emprego e distribuição de renda, a Câmara Setorial está, inclusive, trabalhando junto às empresas no sentido de preparar os municípios para receber tais empreendimentos. O coordenador da Câmara, Isaías Bernadini, explica que a expansão canavieira ordenada é, aliás, uma das preocupações das próprias empresas. “O rápido crescimentos das lavouras e das áreas industriais demanda por um desenvolvimento urbano compatível. Se a infra-estrutura nesses municípios é restrita, é necessário trabalharmos no sentido de prepará-los para tamanha expansão”, pondera Bernadini, afirmando que, inclusive, outros gargalos, como a capacitação de mão-de-obra especializada já vêm sendo discutida em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/AR-MS) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-MS).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)