Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/09/2005 15:36

Investigações de denúncias serão concluídas em 15 dias

A Diretoria-Geral da Câmara nomeou hoje os integrantes da Comissão de Sindicância que vai investigar as denúncias de pagamento de propina ao presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, pelo empresário Sergio Augusto Buani, proprietário da empresa Buani & Paulucci, que administra o restaurante do 10º andar do anexo 4 da Câmara. A comissão foi instalada a pedido de Severino.
A comissão será integrada por assessores jurídicos da Câmara (José Ricardo Teixeira Alves, Aurifran Lopes Nogueira e Guilherme Feliciano de Lima). A primeira providência administrativa da Câmara, no entanto, será intimar a empresa Buani & Paulucci Ltda. da rescisão do contrato para a exploração do restaurante. O diretor-geral, Sérgio Sampaio, informou que a notificação será feita ainda hoje. A empresa terá cinco dias para apresentar sua defesa. A administração da Câmara avalia que será possível fechar o restaurante já na terça-feira da semana que vem, em razão da inadimplência e do término do contrato.

Prazo para investigação
A comissão terá prazo de 15 dias para apresentar relatório. Serão analisados todos os contratos assinados entre a Buanni & Paulucci e a Câmara dos Deputados. Os contratos também serão analisados pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Severino determinou o encaminhamento de pedido ao presidente do TCU, ministro Adylson Motta, para que o órgão faça auditorias no contrato 2004/167.0, que foi rescindido pela Câmara, e nas licitações da Câmara das quais a Buanni e Paulucci participou.

Rescisão do contrato
Sampaio desvinculou a decisão da Câmara – pelo rompimento do contrato – das denúncias de pagamento de propina ao presidente Severino Cavalcanti pelo sócio da empresa, Sebastião Augusto Buanni. "Estamos rescindindo o contrato em razão da dívida da Buanni. Eles já foram informados anteriormente de que isso aconteceria, caso as parcelas em atraso não fossem pagas", explicou Sampaio. De acordo com a Câmara, a empresa não paga arrendamento desde janeiro, e a dívida já chega a cerca de R$ 120 mil.

Denúncias
Sérgio Sampaio informou que a Buanni & Paulucci explora restaurantes e lanchonetes em espaços da Câmara desde meados do ano 2000, após rescisão de contrato com a empresa anterior, Jalmes Restaurante Ltda. Como a Buanni & Paulucci tinha se classificado em segundo lugar na licitação ocorrida em 1997, foi chamada para cumprir o restante do contrato, que poderia ser prorrogado por até cinco anos, ou seja, até 2002.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)