Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/01/2008 13:45

Internet acelera bloqueio de contas pela justiça de MS

Marta Ferreira - Campo Grande News

A internet está facilidando o andamento dos processos da justiça que exigem bloqueio de contas. De janeiro a novembro do ano passado, os 130 juízes do estado autorizados a fazer consulta on-line a movimentação financeira, por meio do sistema do Banco Central, fizeram 10,9 mil penhoras por meio virtual. É um número 49 vezes maior que o de movimentações utilizando papel, que no mesmo período totalizou 220.

O uso do sistema virtual, conforme as informações do TJ (Tribunal de Justiça) de Mato Grosso do Sul facilitou as quebras de sigilo bancário e os bloqueios de contas correntes de pessoas físicas porque eliminam a necessidade Na prática, eles não dependem mais de enviar ofícios ao Banco Central e aguardar que o banco seja comunicado para responder ao juízo.

No sistema do Banco Central, chamado Bacen Jud, é possível fazer o bloqueio judicial e desbloqueio de contas e de ativos financeiros, obter informações sobre a existência de contas correntes e de aplicações financeiras, saldos e extratos e dados de endereços de clientes do Sistema Financeiro. Isso quer dizer que se alguém possui qualquer movimentação financeira no país ela será localizada.

As varas que mais utilizam o sistema são as de família e cíveis residuais. Segundo o juiz Marcelo Câmara Rasslan, da 2ª Vara Cível Residual de Campo Grande, o acesso permite, além de bloquear contas, localizar pessoas desaparecidas que façam movimentação financeira em qualquer lugar do país.

Antes, segundo o juiz, os processos ficavam parados por anos na dependência dos bancos. Rasslan ressalta que geralmente usa o sistema em ações de execução quando alguém tem uma dívida e não realizou o pagamento.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)