Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/07/2004 14:26

Interior pode receber gás natural comprimido

Fernanda Mathias / Campo Grande News

Os municípios de Mato Grosso do Sul por onde o gasoduto não passa podem receber o gás natural boliviano comprimido. É o que propõe o projeto do gasoduto virtual, cujo estudo de viabilidade está sendo contratado pela MSGás em parceria com a empresa argentina Pan American Energy. O estudo deve estar pronto dentro de três meses, segundo o diretor-presidente da MSGás, Maurício Arruda, e prevê como potenciais consumidores os municípios de Dourados e de Rio Verde. Arruda explica que a proposta é comprimir o gás em Campo Grande e levar até os municípios onde seriam montadas estruturas de descompressão pela empresa argentina e instaladas redes de distribuição para postos de combustível, indústrias, comércio e residências pela MSGás. É uma solução para atender os municípios que não são cortados pelo gasoduto, até que os projetos de novas rotas sejam implantados, conforme a viabilização de recursos. Como os custos desses projetos são elevados, afirma Arruda, até lá essas cidades seriam atendidas com o gás comprimido, transportado por carretas adaptadas. “É uma alternativa enquanto não se consegue viabilizar projetos como o gasoduto de Mato Grosso do Sul passando por Goiás e chegando a Brasília (DF), que custaria US$ 680 milhões”, afirma Arruda. A estrutura de descompressão e armazenamento seria volante e conforme os municípios forem incluídos na rota do Gasbol seria levada para outras cidades. Dourados foi escolhido por ser um pólo especialmente de agroindústrias e Rio Verde devido às indústrias de cerâmicas. O estudo de viabilidade vai apontar os custos do empreendimento e o potencial de consumo de ambos os municípios.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)