Cassilândia, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

09/08/2005 14:36

INSS quer acabar com a paralisação

AgPrev

O diretor-presidente do INSS, Valdir Moysés Simão, disse que a Previdência Social está tomando todas as medidas necessárias para acabar com a paralisação dos servidores do Instituto. De acordo com Simão, o Ministério Público deu um prazo de dez dias para que o impasse entre Previdência e servidores seja resolvido para que não haja aplicação de multa. Simão disse que tem a convicção de que a Previdência vai conseguir um acordo para que os servidores voltem ao trabalho e que há um compromisso do Ministério Público de retirar imediatamente a cobrança da multa assim que as atividades retornarem.

Ainda sobre a cobrança da multa, Simão disse que, segundo o procurador da República, a multa é imposta quando o órgão não toma as medidas necessárias para forçar o retorno dos servidores às atividades. O diretor-presidente disse que irá apresentar todas as medidas que vêm sendo tomadas pelo INSS para coibir o movimento e tentar fazer com que os servidores voltem ao trabalho. Entre as medidas que foram mencionadas por ele estão a configuração das faltas ao trabalho, o corte da remuneração dos servidores e a facilitação das negociações com o Governo e com o Ministério do Planejamento feita pelo ministro Nelson Machado.

“Nós temos pedido aos grevistas que eles apresentem propostas alternativas e ao mesmo tempo estamos tomando as medidas que a lei nos impõem”, ressaltou. No caso de o INSS ser multado, Simão disse irá pleitear que os sindicatos também fiquem no pólo passivo da ação. “É importante sabermos que a responsabilidade não é só do INSS e da União”, afirmou o diretor-presidente do INSS. (Alessandra Pires)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 21 de Novembro de 2017
Segunda, 20 de Novembro de 2017
Domingo, 19 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)