Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/09/2007 21:36

INSS: PF prende suspeitos de integrar quadrilha

Alice Assumpção /ABr

Rio de Janeiro - Até a tarde de hoje (27) foram presos, por agentes federais, seis dos oito suspeitos de integrar uma quadrilha que mantinha um escritório especializado em emitir falsos atestados médicos. A prescrição era usada pelos clientes do grupo para comprovar doenças e, assim, conseguir benefícios junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

A estimativa é de que, ao longo de seus seis anos de funcionamento, o escritório tenha ajudado a desviar R$ 9 milhões dos cofres dos cofres públicos. Segundo o delegado responsável pela operação, Fernando César Araújo, a quadrilha não só emitia falsos atestados como também orientava seus clientes a respeito do comportamento que deveriam assumir durante as perícias do INSS.

"Eles orientavam o cliente a dizer, por exemplo, que tinha labirintite e explicavam que os sintomas da doença são tontura e cansaço. Os criminosos alertavam sobre o fato de que, nas perícias dessa doença, o médico solicita que o paciente faça a posição do quatro, com as pernas. A quadrilha pedia para que, nesse momento, os clientes simulassem tontura e caíssem em cima da mesa e até em cima do médico, para que ele acreditasse no golpe e concedesse o benefício por um bom tempo", explicou o delegado.

O escritório possuía mais de 200 clientes beneficiários do INSS que pagavam pelos serviços da quadrilha com parte do salário do auxílio-doença. Os valores variavam entre R$ 150 a R$ 400. Os suspeitos foram indiciados por formação de quadrilha e estelionato. Valéria Bersch, suspeita de chefiar o esquema, é acusada ainda de falsificação de documentos.

Além dos integrantes da quadrilha, também foram identificados 50 clientes, dentre os quais cinco já foram presos.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)