Cassilândia, Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

03/10/2005 10:02

Inflação sob controle, segundo o Banco Central

Stênio Ribeiro/ABr

As expectativas do mercado financeiro sobre o comportamento de preços continuam estáveis, e a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no ano manteve-se em 5,21%, próximo à meta oficial de 5,1%. A perspectiva de inflação para 2006 caiu mais um pouco, para 4,63%, e também se aproxima da meta de 4,5%.

Essa aparente estabilidade é resultado da tranqüilidade do mercado varejista ao longo de setembro, que só registrou aumentos expressivos nos transportes urbanos, em São Paulo. Por isso deve ser mesmo de 0,35% o IPCA a ser divulgado na semana que vem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As projeções constam do boletim Focus, que o Banco Central divulgou hoje (3) – resultado de pesquisa que faz todas as sextas-feiras com uma centena de analistas de mercado e instituições financeiras para avaliar tendências dos principais indicadores da economia.

Uma dessas tendências é de que o IPCA deste mês caia da projeção anterior de 0,43% para 0,41%. O mesmo acontece com a previsão de inflação para os próximos 12 meses, com redução de 4,74% para 4,69%, como reflexo da queda constante dos preços no atacado, que acontece há cinco meses.

Houve registro, porém, de aumento inflacionário na capital paulista, e o Índice de Preços ao Consumidor, medido pela Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (IPC-Fipe) da Universidade de São Paulo (USP), subiu de 4,35% na semana passada para 4,40%.

O boletim Focus acusa elevação também nas projeções de reajustes acumulados no ano para os preços administrados por contratos ou monitorados (combustíveis, energia elétrica, telefonia, água, saneamento, medicamentos, educação, transporte público e outros). A previsão desses preços foi revista de 7,30% para 7,38% neste ano, e baixou de 4,85% para 4,83% em 2006.

Enquanto isso, as projeções dos dois indicadores de preços no atacado continuam em baixa: o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) cai de 1,51% para 1,40%, e o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) apresenta queda de 1,56% para 1,35%.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Quinta, 21 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
06:20
Libertadores da América
Quarta, 20 de Setembro de 2017
21:22
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)