Cassilândia, Sábado, 24 de Junho de 2017

Últimas Notícias

24/03/2010 10:14

Indústrias têm 4º maior estoque de empregos em MS

MS Notícias

O setor industrial de Mato Grosso do Sul, composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública, apresentou em fevereiro deste ano o 4º maior estoque de empregos formais já registrado em toda a sua série histórica com o saldo de 1.017 vagas criadas no mês passado, segundo levantamento do Radar Industrial da Fiems com base nos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego. Os principais segmentos responsáveis por esse crescimento foram a indústria de transformação (1.059 vagas) e os serviços industriais de utilidade pública (32 vagas).

Com esse avanço, o setor alcançou um estoque total de 102,2 mil postos formais de trabalho em Mato Grosso do Sul, mantendo a parcela de 20% de todo o emprego formal existente no Estado. O resultado observado em fevereiro fica atrás somente dos estoques alcançados nos meses de setembro, outubro e novembro de 2009, quando o total de empregos formais na indústria do Estado foi de 102,4 mil, 102,5 mil e 103,0 mil postos de trabalho, respectivamente.

Segundo o Radar da Fiems, a variação observada no estoque refere-se, naturalmente, a fatores sazonais e conjunturais relativos à produção industrial. Quanto à sazonalidade, observa-se que normalmente ao longo do ano os saldos criados obedecem a certo padrão. De modo geral, há uma expansão acelerada até meados do ano, mesmo com algumas oscilações de mês para mês, apresentando uma acomodação nos meses de julho e agosto e voltando a registrar um comportamento crescente nos meses de setembro a novembro, enquanto em dezembro ocorrem novos ajustes no saldo dos empregos formais.

Já o índice de evolução do emprego formal nas atividades industriais continua a apresentar o maior crescimento acumulado em Mato Grosso do Sul. Para se ter idéia, na posição verificada em fevereiro, ele foi de 149,7 pontos, indicando um crescimento de 50% sobre o estoque do ano base (2005), quando existiam 68,2 mil empregos formais no setor industrial. Na mesma comparação, o setor de serviços apresentou um índice de 129,3 pontos e crescimento de 29%, o Comércio com 120,8 pontos (+21%), a Agropecuária com 114 pontos (+14%) e Administração Pública com 107,9 pontos (+8%), ou seja, o índice verificado na indústria foi superior ao dos serviços, comércio, agropecuária e administração pública em 16%, 24%, 31% e 39%, respectivamente.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 24 de Junho de 2017
Sexta, 23 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)