Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/01/2007 08:16

Indústria lamenta redução tímida nos juros

CNI

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto, lamentou a redução de 0,25 ponto percentual na taxa básica de juros, a Selic, divulgada hoje pelo Banco Central. Segundo ele, “com o Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), um movimento mais conservador da redução da taxa de juros pode ser um sinal invertido em relação a tudo que o governo pretende para criar um ambiente favorável à aceleração do crescimento”.

Com a decisão, a taxa, que estava em 13,25% ao ano, cai para 13% ao ano. “Se há uma percepção de que o ambiente macroeconômico do país está equilibrado, se não existem pressões inflacionárias de curto prazo, havia espaço para uma redução de, no mínimo, 0,5 ponto percentual na taxa de juros”, afirmou Monteiro Neto.

De acordo com os economistas da CNI, uma queda mais expressiva do que a promovida hoje era justificável, não apenas pelo comportamento corrente da inflação, mas também graças ao patamar valorizado do câmbio, fatores que fixam expectativas favoráveis para a inflação no médio prazo – além do recuo recente do risco-país, que expressa a confiança dos agentes internacionais na economia brasileira.

Os economistas da CNI lembram que o setor industrial sofre com o crédito inacessível, reflexo do lento andamento de medidas visando a redução das taxas de juros ativas e do spread bancário – diferença entre a taxa de capitação e a taxa cobrada nos financiamentos pelos bancos -, já que permanece a anomalia da exigência de elevados depósitos compulsórios imposta aos bancos brasileiros, que simplesmente não encontra paralelos no mundo.

Segundo os técnicos da CNI, medidas há muito anunciadas de estímulo à concorrência e à eficiência no sistema bancário, como o Cadastro Positivo e a chamada Conta Salário, também não foram ainda implementadas.

Os economistas da entidade destacam ainda que o governo perdeu a oportunidade de contemplar medidas desta natureza no Programa de Aceleração do Crescimento, já que a redução do custo do capital para os agentes produtivos é condição essencial para o crescimento sustentado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)