Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/01/2005 15:42

Industria foi o setor que mais gerou emprego em 2004

Dourados News

Há seis anos o governo de Mato Grosso do Sul adotou uma nova política de gestão para consolidar a base industrial do Estado e, conforme os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho, esse novo modelo de indução ao desenvolvimento apresenta resultados positivos.

Mato Grosso do Sul saiu de um número negativo para uma tendência de crescimento que, só no último ano, registrou, no ápice do desenvolvimento industrial, um crescimento de 10,81%, deixando um saldo de 4.457 novos empregos. Em 1999 o saldo era de 924 negativos com uma variação anual de 2,99 também negativos. Conforme o superintendente de Indústria e Comércio da Secretaria de Produção e Turismo (Seprotur), Ademar da Silva Jr., o fato de o Estado ter ampliado as condições para a atração de novas indústrias pode ter sido um fator importante para a abertura de novas frentes de trabalho.

“A sinalização do desenvolvimento econômico de Mato Grosso do Sul faz com que os empregos comecem a ter mais importância nos setores secundários e terciários, é exatamente aí que está à indústria de transformação”, explicou. Só na relação de empresas instaladas, ampliadas e reativadas com benefícios fiscais concedidos pelo Conselho de Desenvolvimento Industrial do Estado (CDI) – no qual o secretário de Produção e Turismo, Dagoberto Nogueira Filho é presidente – mais de 10 mil empregos foram gerados nos últimos sete anos com um investimento de R$ 470,5 milhões.

Alguns projetos projetos estratégicos já estão entabulados, como a rota ferroviária bioceânica da América do Sul, que encurta em mais de 7 mil quilômetros a distância entre os centros produtores do Brasil e o mercado consumidor asiático – e os pólos mínero-siderúrgico e gásquímico de Corumbá. A ligação costa a costa é fundamental para a integração física e econômica.

“A prioridade da Secretaria para 2005 é a atração de novas indústrias, geração de emprego e de renda. Além de termos os melhores incentivos fiscais e localização geográfica favorável, também estamos avançando com melhorias na infra-estrutura, logística e qualificação da mão-de-obra”, indicou Ademar.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)