Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/12/2005 09:11

Indulto coletivo independe do Conselho Penitenciário

STJ

A manifestação do Conselho Penitenciário não é uma exigência para a concessão de indulto coletivo por iniciativa do presidente da República. Com esse entendimento, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) não atendeu o pedido do Ministério Público Federal para que fosse admitido recurso especial sobre o tema.

A Turma seguiu a posição do relator do agravo de instrumento, ministro Paulo Medina. Inicialmente, em decisão individual, o ministro Medina negara a subida do recurso ao STJ pelo qual o Ministério Público de São Paulo pretendia reformar decisão do Tribunal de Justiça Militar paulista (TJM/SP). O MP apresentou agravo regimental, um tipo de recurso interno, a fim de que o tema fosse apreciado na Turma. Sustentou que a decisão de inadmissibilidade do recurso especial analisou o mérito, reservado ao próprio recurso, e insistiu na tese rejeitada pelo TJM de que o parecer do Conselho Penitenciário seria indispensável para a aplicação de indulto coletivo.

O ministro relator lembrou em seu voto que, no exame dos pressupostos gerais e constitucionais do recurso especial, é possível analisar o mérito da questão. Nesse ponto, confirmou que o indulto coletivo independe de pronunciamento do Conselho Penitenciário, já que a Lei de Execuções Penais e o Decreto nº 2838/98 não prevêem essa exigência

O caso em questão se refere ao ex-soldado da Polícia Militar de São Paulo Luiz Carlos Ramos Mendes. Em 1996, ele foi preso em flagrante depois de ter se acidentado ao volante de um carro roubado. O proprietário do veículo reconheceu Mendes e um outro homem que o acompanhava como os assaltantes que o haviam abordado com um revólver e levado o carro.

Condenado a seis anos de reclusão com base na legislação penal comum (artigo 157 do Código Penal), Mendes permaneceu preso em presídio militar, por conveniência da Administração Pública. Por isso, a execução da pena ocorreu perante a Justiça Militar. A defesa do ex-soldado solicitou indulto, mas o MP/SP requereu parecer do Conselho Penitenciário para a concessão, o que foi negado pelo juízo. Mendes já havia remido a pena para quatro anos e sete meses.

O MP/SP alegava inexistirem condições subjetivas para a concessão do indulto, sustentando que seriam cabíveis embargos infringentes (contestação que visa modificar a decisão) no âmbito da Justiça Militar. Em fevereiro de 1999, foi concedido a Mendes o indulto fundamentado no artigo 1º, inciso I, do Decreto 2.838/98.

Quanto à possibilidade de embargos infringentes, o relator do agravo no STJ também confirmou a decisão da instância anterior. Conforme o ministro Paulo Medina, não se trata de processo penal militar, mas comum, no qual os embargos infringentes cabem exclusivamente ao réu.

Sheila Messerschmidt

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)