Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/09/2007 07:18

Indiciados na Operação Curupira pedem suspensão de ação

STF

D.B. e C.B.R, indiciados pelo Ministério Público Federal (MPF) no curso das investigações da Operação Curupira da Polícia Federal, impetraram Habeas Corpus (HC 92440), com pedido de liminar, no Supremo Tribunal Federal (STF) contra decisão da 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça STJ).

A defesa dos acusados solicita ao STF a suspensão dos processos criminais movidos contra eles, até que seja decidido o pedido de suspeição contra o magistrado de primeira instância. O juiz teria condenado D.B. por crime distinto ao que estava sendo posto em análise no julgamento.

Os impetrantes afirmam que foram alvos de denúncias sucessivas pelo MPF, resultando em ações penais que relatam os mesmos fatos, em momentos diversos, para cada denúncia realizada. D.B., inicialmente, foi denunciado pelo crime de corrupção, e depois denunciado por crime ambiental e formação de quadrilha. À C.B. foi ofertada a denúncia de formação de quadrilha.

A Operação Curupira foi deflagrada pela Polícia Federal no estado de Mato Grosso para apurar vendas de Autorização de Transporte de Produtos Florestais (ATPF), extração ilegal de madeira, formação de quadrilha, e outros delitos. As investigações culminaram na expedição de dezenas de mandados de prisão, busca e apreensão.

O HC foi distribuído ao ministro Gilmar Mendes.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)