Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/11/2004 08:41

Índice de cheques devolvidos caiu 8,2%

Flavia Albuquerque/Campo Grande News

São Paulo – O índice de cheques devolvidos no terceiro trimestre deste ano foi 8,2% inferior ao do mesmo período do ano passado, de acordo com a pesquisa Telecheque. No terceiro trimestre de 2004 o índice registrado foi de 2,22%, contra 2,42% do mesmo período de 2003. Em relação ao trimestre anterior, quando 2,33% dos cheques foram devolvidos, a queda foi de 4,7%.

Segundo o vice-presidente da Telecheque, José Antônio Praxedes Neto, a queda está associada ao cenário econômico favorável do período, com a melhora dos índices de desemprego, o aumento do poder de compra do trabalhador e o pagamento das dívidas dos consumidores. "Os estados que apresentaram os menores índices de inadimplência foram Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. Em Santa Catarina o índice de cheques devolvidos foi de 1,43%, baixa de 15,8% no comparativo com o 3º trimestre de 2003 (1,70%)", diz.

Praxedes explica que os estados do Sul têm registrado os menores índices de inadimplência porque os consumidores da região tendem a fazer compras com menores prazos para pagamento. De todos os estados pesquisados, o Paraná, além de apresentar o segundo menor índice de cheques devolvidos (1,50%), registrou a maior queda da inadimplência, se comparado com o mesmo período do ano passado (2,30%). A baixa foi de 34,7%. Se for comparado ao indicador do trimestre anterior (1,45%), houve alta de 3,4%.

Os índices mais altos foram registrados no Rio Grande do Norte, Amazonas e Paraíba. No Rio Grande do Norte, o índice de inadimplência com cheques foi de 4,04% - uma alta de 6,30% no comparativo com o terceiro trimestre de 2003 (3,83%) e de 25,5% em relação ao segundo trimestre deste ano (3,22%).

O estado de São Paulo registrou índice de inadimplência de 2,67% - superior 10,70% em relação ao terceiro trimestre do ano passado (2,41%), a segunda maior alta do Brasil. Comparado ao índice de cheques devolvidos do trimestre anterior (2,65%), a inadimplência no estado subiu 0,75%.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)