Cassilândia, Terça-feira, 29 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

10/11/2003 16:13

Indiatech Expo deve gerar US$ 50 milhões em negócios

Flavia Albuquerque/ABr

Com a expectativa de gerar US$ 50 milhões em novos negócios entre empresários da Índia e do Brasil e ampliar o comércio bilateral entre os dois países, começa amanhã, na capital paulista, a 9ª Indiatech Expo. A exposição reúne mais de 80 empresas de engenharia indianas dispostas a mostrar que a Índia é um fornecedor de confiança para produtos e serviços de alta qualidade a preços internacionalmente competitivos.

“Brasil e Índia estão em um estágio de desenvolvimento muito similar, chamando a atenção dos outros países e mercados emergentes”, disse o cônsul geral da Índia em São Paulo, Yogerswar Varma. Segundo ele, o comércio entre Brasil e Índia ainda é restrito a poucos itens, como petróleo cru, soja e derivados, óleo diesel e produtos farmacêuticos. “Considerando o enorme potencial existente nesses países, há necessidade de diversificar essa cesta”, afirmou Varma.

Atualmente o volume de negócios entre Índia e Brasil chega a US$ 1,227 bilhão, que devem ser elevados para US$ 5 bilhões nos próximos cinco anos, de acordo com projeções do cônsul indiano. Para ele, o Brasil representa um importante parceiro para o progresso. Isso significa que todos os esforços para criar condições favoráveis para reforçar o relacionamento comercial entre Índia e Brasil serão empregados, afirmou.

“Isso não significa uma invasão econômica, mas um clima de amizade. Queremos suprir o Brasil de produtos semi-finalizados e comprar (do Brasil) produtos mais baratos do que podemos produzir”, completou o diretor executivo do Conselho de Promoção de Exportação de Engenharia (EEPC), órgão do Ministério do Comércio e Indústria da Índia, Satish K. Dhanda.

A organização da Indiatech acredita que a feira será positiva para os dois países e aposta no Brasil como facilitador para a ampliação do comércio na América do Sul. “O Brasil é o coração do Mercosul e será a porta de entrada no restante desse continente, porque o governo brasileiro está comprometido com o bom relacionamento com todos os países dessa região”, ressaltou o embaixador da Índia no Brasil, Amitava Tripath.

A consolidação de novos negócios entre Brasil e Índia pode ainda fortalecer o bloco econômico formado por Índia, Brasil e África do Sul, denominado G3. O bloco tem por objetivo reduzir a dependência dos três países aos que impõem as regras do comércio internacional. “Nós temos uma grande convicção de que os países do G3 podem se tornar o maior bloco econômico do mundo nas próximas décadas”, afirmou Tripath.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 29 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Segunda, 28 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)