Cassilândia, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

02/11/2005 13:34

Indenizações da aftosa começam a ser pagas sexta-feira

Famasul

O governo do Estado começa a liberar na sexta-feira as indenizações a produtores que tiveram seu rebanho sacrificado por suspeita de febre aftosa. O início do calendário de pagamento foi anunciado pelo governador Zeca do PT durante a reunião com o governador de Mato Grosso, Blairo Maggi, quando, entre outros temas, foi discutida ação conjunta na área de sanidade animal e vegetal. O anúncio da liberação dos recursos, segundo Zeca, tranquiliza a classe produtora em relação à rápida ação do governo, tanto no controle da febre aftosa quanto na eliminação dos focos e indenização dos pecuaristas.

Mato Grosso do Sul vai usar o Fundo Estadual de Sanidade Animal (Fesa) para indenizar os produtores. Segundo o secretário da Produção e do Turismo, Dagoberto Nogueira, serão usados R$ 4 milhões do Fesa. O fundo será reembolsado pelo Governo Federal, que vai destinar R$ 16 milhões para esse fim.

O dinheiro do Fesa não será suficiente, mas vai permitir o início do processo de indenização, que ocorrerá na medida que os processos forem sendo concluídos. O preço médio por cabeça obedecerá os valores de mercado. O maior valo por boi gordo deve oscilar entre R$ 600 e R$ 800. A Iagro calcula que no total serão sacrificados 17 mil animais. Por enquanto os focos de aftosa se concentram na mesma região, Eldorado e Japorã. “Nenhum novo foco foi identificado”, disse Dagoberto Nogueira.

Autor:
Agronoticias/MS

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 23 de Janeiro de 2017
09:00
Maternidade
Domingo, 22 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 21 de Janeiro de 2017
20:55
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 20 de Janeiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)