Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

11/02/2010 09:35

Indenização por acidente durante partida de futebol

TJ/MG

Um adolescente, que sofreu lesão no olho durante partida de futebol promovida pelo município de Paracatu, deverá ser indenizado em R$ 5 mil por danos morais, corrigidos monetariamente. A decisão é da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Em decorrência do acidente, ocorrido em 2005, o adolescente perdeu a visão do olho esquerdo. Para o TJMG, houve negligência por parte do município de Paracatu uma vez que a vítima não foi atendida pelos enfermeiros presentes na partida de futebol nem encaminhada para o hospital mais próximo. Também deverá ser pago ao adolescente o valor de R$165,13, relativo a despesas comprovadas com medicamentos e transporte para tratamento.

Conforme os autos, o adolescente “levou um chute no olho” ao participar de um torneio de futebol organizado pelo Município. De acordo com a alegações do menor, representado por sua mãe, não houve nenhuma assistência médica no local e hora dos fatos. Requereu a reforma da decisão de 1ª Instância, que julgou improcedente o pedido.

Para o relator da ação, desembargador Edilson Fernandes, as provas permitem concluir que o autor estava participando de torneio de futebol promovido pelo Estado em parceria com o Município de Paracatu, vindo a levar, durante a partida, um chute ou bolada no rosto, causando-lhe “laceração de córnea”, conforme laudo oftalmológico. Ainda conforme o relator, restou incontroverso que todos os jogos são acompanhados de dois enfermeiros e uma ambulância, e que, por ocasião do evento, o adolescente disse ao professor de educação física, único que entrou na quadra para atendê-lo, que estava enxergando somente de um olho.

O relator acrescentou que a partir do momento que o Município não tomou as devidas cautelas, no intuito de tomar a iniciativa em encaminhar o menor a um hospital para fazer um diagnóstico acerca do chute que levou no rosto, quando este já havia afirmado que estava enxergando somente de um olho, surge o dever de indenizar na hipótese de referida omissão (negligência) ter causado aderência de córnea, situação que poderia ter sido evitada.

“Ainda que seja admitida a hipótese de o apelante recuperar a visão, já que se encontra na fila de transplante de córneas do Ministério da Saúde, tal fato não obsta o direito de ser indenizado uma vez que realmente houve falta cometida pelo apelado causando contrariedade, desconforto, mágoa, irritação, sensação de perda... atingindo, sobremaneira, o sentimento pessoal de dignidade comum do apelante”.

O desembargador Antônio Sérvulo acompanhou o voto do relator. Já o voto do desembargador Maurício Barros divergiu do relator apenas em relação à data inicial de incidência de juros de mora.

Processo - 1.0470.06.027127-2/001

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)