Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/08/2004 15:21

Incra aprova compra de gleba em Juti

Ministério do Desenvolvimento Agrário

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) aprovou, nesta quinta-feira (5), a compra da fazenda Terra do Boi, de 2.941 mil hectares, no município de Juty (MS). "A aquisição da terra do boi vem resgatar uma dívida histórica da sociedade brasileira para com os índios Guarani-Kaiowá, cuja terra foi retirada há 60 anos", afirmou o presidente do Incra, Rolf Hackbart.

Ao todo, 160 famílias de agricultores, das quais 120 de assentados da reforma agrária, passarão a ocupar a área. O Incra vai pagar pela fazenda 30 milhões de reais, sendo 12% do valor no ato da compra. O restante será pago em títulos da dívida agrária (TDA), que poderão ser resgatados em cinco anos.

O superintentende do Incra no Mato Grosso do Sul, Luis Carlos Bonelli, explicou que a compra da fazenda vai dar um ponto final na disputa entre colonos e índios da região do Panambizinho. "Nós fizemos um acordo com os colonos. Vamos completar todas propriedades até 12 hectares, para que todos tenham a mesma quantidade de terra", informou.

Os conflitos no Panambizinho começaram há nove anos, quando a área foi reconhecida como reserva indígena, onde vivem 90 famílias Guarani-Kaiowá. Mas os colonos estão na região desde a década de 40, como medida de ocupação promovida pelo governo Getúlio Vargas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)