Cassilândia, Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

29/11/2008 05:52

Impasse entre Fetems e governador será decidido no STF

Fábio Pellegrini, Campo Grande News

Após mais uma tentativa, por parte da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), em convencer o governador André Puccinelli a retirar sua assinatura da ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) que julga inconstitucional a lei federal 11.738, o chefe do Executivo estadual reafirmou que não vai recuar.

Em reunião realizada hoje entre as partes na governadoria, André chegou a ceder, mas não por completo. “Ele aceitou o novo piso salarial, mas não a jornada de trabalho”, disse o presidente da Fetems, Jaime Teixeira, ao fim do encontro.

Há uma semana, a classe entregou uma planilha que projetava em quanto a aprovação do piso salarial dos professores iria impactar a folha de pagamento dos servidores da Educação.

De acordo com o documento apresentado pela Fetems na ocasião, a folha passaria de R$ 40 milhões para R$ 45 milhões, apenas com professores da categoria magistério, sem contar os especialistas. Também seria necessária a contratação de cerca de 1.900 novos professores, número já cogitado pelo próprio governo.

Jaime disse que a classe agora aguarda a decisão final do STF (Superior Tribunal Federal), que já sofre forte pressão por parte de parlamentares e senadores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Quinta, 21 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
06:20
Libertadores da América
Quarta, 20 de Setembro de 2017
21:22
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)