Cassilândia, Sábado, 24 de Junho de 2017

Últimas Notícias

06/11/2004 16:40

Idec quer proibir uso do ''pó da China'' no Brasil

Danielle Gurgel e Shaiana Campello /ABr

Brasília – O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) quer a proibição total do uso do agrotóxico Pentaclorofenol, também conhecido como "pó da China", no Brasil. O produto é usado para conservação da madeira, desde que esta não entre em contato com nenhum tipo de alimento. De acordo com o Idec, a maravalha (espécie de serragem) da madeira tratada – usada na "cama de frangos" em alguns estados – pode contaminar adubos à base de esterco de aves, vendidos para uso na agricultura e jardinagem, com resíduos de Pentaclorofenol.

O coordenador executivo do Idec, Sezifredo Paz, explicou que a madeira tratada com o produto deveria ser utilizada apenas em construções, e jamais entrar em contato com alimentos. "Com a contaminação do adubo feito a partir da maravalha, nos preocupa a contaminação dos alimentos produzidos com esses adubos, e do próprio frango que fica em cima dessa cama".O instituto teme também que essa madeira seja usada na fabricação de caixas para acondicionamento de frutas e verduras, espetinhos, palitos e utensílios de cozinha, e entre em contato com os alimentos.

O Idec encaminhou, em agosto de 2003, aos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente e à (Anvisa) resultados de análises que a entidade realizou em carne de frango e em adubos à base de esterco de frango. O teste foi feito para esclarecer uma denúncia de que a maravalha contaminada era usada como cama de aviário. De acordo com o Idec, as análises feitas no Instituto Adolfo Lutz confirmaram a presença do Pentaclorofenol em amostras de adubos do Paraná e de Santa Catarina. O instituto notificou os órgãos para que avaliem a possibilidade de proibição total do produto no Brasil. "Este agrotóxico é considerado cancerígeno e é proibido em diversos países do mundo", declarou o coordenador.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)