Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/07/2005 08:24

Idec alerta aposentados para juros

Alana Gandra/ABr

A advogada Lumena Sampaio, do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor(Idec), alerta o aposentado a ficar atento a três fatores na hora de pedir um empréstimo consignado: titularidade, necessidade e condições financeiras.

Em relação aos juros, ela lembra que o aposentado deve conferir o contrato: "Uma coisa é o que diz a publicidade. O aposentado deve saber, por exemplo, que os juros partem de um valor mínimo (1,5% por exemplo), mas quanto maior o valor do empréstimo e maior o prazo de pagamento, a taxa é progressiva e pode chegar a 3,9%".

Segundo Lumena Sampaio, o aposentado tem que ser o contratante e saber que o nome dele está em jogo: "Por mais que ele queira ajudar parentes próximos, vizinhos e amigos, ele não deve 'emprestar' o nome para outras pessoas porque às vezes, para saldar dívidas de terceiros, ele acaba fazendo uso do empréstimo que, na verdade, é para outra pessoa que não aparece. Então, juridicamente, ele deve ser o titular do empréstimo".

A especialista destaca também que o aposentado não fornecer os números de seu CPF (Cadastro Pessoa Física) ou do seu benefício do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), para não correr o risco de que sejam usados por outras pessoas. "Com essas duas informações, é possível pedir empréstimo", lembra. E adverte que qualquer contratação pelo telefone deve ser seguida da assinatura, para que ninguém use os dados. Para Lumena Sampaio, houve melhorias depois do roteiro estabelecido na última semana pelos Ministérios da Previdência Social e da Justiça para os empréstimos consignados.

Ela aconselha os aposentados a não solicitarem empréstimo para quitação de cheque especial ou compra de medicamentos, porque isso significa endividamento com tendência a crescer no médio e no longo prazo. E alerta para a necessidade de informação sobre o pagamento da Taxa de Abertura de Crédito (TAC) e do seguro, que pode estar embutido no contrato: ele é optativo e seu impacto pode chegar a quase 6% do total. Muitas vezes, lembra a especialista, o contrato inclui cláusula considerando quitado o empréstimo em caso de falecimento do titular e o seguro consta dessa quitação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)