Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/11/2006 13:13

IBGE: brancos têm o dobro da renda de negros e pardos


Os brasileiros que fazem parte da população declaradamente negra ou parda apresentaram rendimento inferior aos brancos. Essa é a conclusão da pesquisa Mensal de Emprego Especial sobre Cor e Raça, divulgada pelo IBGE (Intituto Brasileiro de geografia e Estatistica) nesta sexta-feira, há três dias da comemoração do Dia Nacional da Consciência Negra.

De acordo com a pesquisa, realizada em setembro, se declararam negras ou pardas 42,8% das 39,8 milhões de pessoas consultadas em seis regiões metropolitanas - São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife e Porto Alegre.

Em relação aos rendimentos habituais, os negros e pardos recebiam, em média, R$ 660,45, valor 51,1% menor do que é pago aos trabalhadores brancos (R$ 1.292,19). A desigualdade se mantém no salário pago por hora real: o primeiro grupo recebe R$ 4,15, enquanto o segundo grupo ganha R$ 8,16.

Nível de Escolaridade
Embora tanto negros/pardos como brancos aumentem seus rendimentos à medida que se tornam mais instruídos, a relação desigual permanece. Na faixa de 8 a 10 anos de estudo (com pelo menos o nível médio completo), os brancos tiveram acréscimo de 250% no salário, enquanto o reajuste para negros e pardos foi de 62%.

Análise setorial
A maior diferença salarial, de acordo com a raça, foi observada em Salvador, onde os negros e pardos possuem rendimento um terço menor do que os brancos. Já Porto Alegre foi a região que registrou a menor diferença.

Na análise segundo a ocupação, o maior diferencial foi encontrado entre os trabalhadores por conta própria: R$ 533,28 para negros e pardos, contra R$ 1.046,16 para os brancos, o que corresponde a 49,03%. A situação é melhor entre os trabalhadores domésticos, cujo rendimento dos brancos é 14,2% superior ao dos negros e pardos.

Renda per capita
No total das seis regiões pesquisadas, o rendimento per capita dos domicílios chefiados por negros ou pardos foi de R$ 417,23, em setembro deste ano, enquanto os chefiados por brancos atingiu R$ 950,46, com destaque negativo para Salvador.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)