Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/02/2006 14:16

Ibama não tem dados precisos do desmatamento no Pantanal

Aline dos Santos / Campo Grande News

O presidente interino do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), Valmir Ortega, disse hoje, durante reunião com técnicos do MMA (Ministério do Meio Ambiente) e da organização não-governamental Conservação Internacional, que o instituto não dispõe de dados completos sobre o desmatamento no Pantanal.
De acordo com ele, embora se saiba que tem havido "um crescimento significativo do desmatamento do Pantanal", o Ibama não dispõe de dados completos sobre a extensão disso. "Estamos apurando os dados que os diversos estudos têm, para chegarmos a um número mais próximo possível do real".
Ele lembrou que, no caso do Pantanal, a planície de inundação que caracteriza a região, com uma vegetação rasteira e pastagem nativa, dificulta a avaliação do desmatamento.
Segundo Ortega, o encontro serviu para examinar um conjunto de estudos e avaliar a metodologia de cada uma dessas instituições para combater o desmatamento. "Dessa forma, temos uma avaliação dos dados mais precisa para tomar decisões no sentido de ampliar a fiscalização e o controle sobre o desmatamento na área", afirmou.
Segundo a diretora do Programa Pantanal da ONG Conservação Internacional, Mônica Barcelos, a estimativa é de que, até 2004, 17% da área do Pantanal já haviam sido desmatados. "Para a Bacia do Alto Paraguai, onde o Pantanal está inserido, essa porcentagem sobre para 44,5%", observou. De acordo com a Agência Brasil, ela alertou sobre um dado que considera ainda mais preocupante. "Entre 2000 e 2004 a taxa com que esse desmatamento tem ocorrido chegou a 2,3%. Se isso for mantido, em 45 anos teremos perdido toda a vegetação nativa do Pantanal".
O encontro foi realizado no Ceman (Centro de Monitoramento Ambiental), em Brasília, e discutiu a metodologia utilizada pelo Ibama e pela Conservação Internacional na detecção do desmatamento no Pantanal.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)