Cassilândia, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

14/10/2005 15:18

Iagro: só um veterinário para cada grupo de 240 mil bois

Campo Grande News

A Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Vegetal e Animal) possui 200 médicos veterinários para cuidar de 24 milhões de cabeças de gado em Mato Grosso do Sul.

Se o número pode parecer insuficiente, na prática a realidade é ainda mais complicada porque metade do efetivo da agência está envolvida com funções administrativas ou com a inspeção em frigoríficos. Isso significa que cada médico veterinário é responsável por fiscalizar 240 mil bovinos.

A informação é do presidente do CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária), Roberto Rachid Bacha. “O que mais falta para combater a aftosa é uma maior fiscalização”, disse.

“O maior culpado por casos de aftosa não é o produtor, mas os governos estadual e federal que não liberam dinheiro e nem dão estrutura para o combate a aftosa”, disse o médico veterinário. Segundo Bacha, a precariedade da fiscalização favorece fraudes na vacinação.

O presidente do CRMV condenou a intenção da Iagro de ‘afrouxar’ a fiscalização a partir do próximo ano. “Eles queriam parar de exigir a devolução do frasco da vacina. O CRMV foi contra. E a secretaria de Produção chegou a anunciar, juntamente com a Iagro, que pararia a vacinação de fevereiro. Isso é muito perigoso”, disse.

A vacinação contra a febre aftosa acontece em três etapas, em fevereiro (para animais de zero a 12 meses de idade), em maio (de 12 a 24 meses de idade) e em novembro (todo o rebanho). Cada animal deve ser vacinado duas vezes por ano contra a aftosa.

Outro lado - Segundo a assessoria de imprensa da Iagro, não existe a possibilidade de que o gado contaminado encontrado na fazenda Vezozzo, em Eldorado - cidade distante 435 quilômetros da Capital – não tenha sido vacinado. Segundo ela, a vacinação de todo o gado da cidade foi acompanhada por veterinários da agência. Além disso, os animais, que foram sacrificados, tinham marca de vacinação.

A Iagro também não acredita que as vacinas tenham sido mal armazenadas, o que afetaria a eficiência da medicação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 20 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 19 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)