Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/12/2005 15:56

Iagro intensifica vigilância em toda faixa de fronteira

Aline dos Santos / Campo Grande News

A vigilância sanitária será intensificada em toda faixa de fronteira de Mato Grosso do Sul. Conforme o diretor da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), João Cavalléro, o objetivo é aumentar as inspeções no território que vai de Corumbá a Mundo Novo. “Os postos de fiscalização estavam concentrados nos cinco municípios da zona tampão [Japorã, Mundo Novo, Eldorado, Itaquiraí e Iguatemi] e agora estão sendo remanejados. A medida é para ficarmos mais tranqüilos em relação ao término das operações de combate à aftosa”, aponta.
Cavalléro ressalta que a fiscalização móvel necessita do apoio policial, por isso o DOF (Departamento de Operações de Fronteira) participa da ação.
Ele destaca que a fiscalização é em toda a faixa fronteiriça, e não em um município em especial. “Desde 1998 a gente ouve um ‘zum zum’ que do outro lado da fronteira tem focos de aftosa”, afirma.
Conforme o secretário de Turismo e Produção, Dagoberto Nogueira, os sindicatos rurais da região de Bela Vista estão denunciando existência de focos no Paraguai. “Diante do que aconteceu em Eldorado, Japorã, os produtores ficam desesperados. E nos procuraram pedindo providências”.
De acordo com Dagoberto, já foi constatado que há focos de aftosa no Paraguai, mas enquanto eles não declararem, não se pode fazer nada. “É preciso resolver o problema do Paraguai. Aqui no Estado, por exemplo, nunca houve ocorrências em Paranaíba ou Coxim, que são distantes da área fronteiriça”, salienta.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)