Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/12/2015 18:30

Hospital investiga primeiro caso de microcefalia por Zika em São Paulo

Agência Brasil

 

Hospital São Paulo, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), investiga o primeiro caso suspeito de microcefalia relacionado ao vírus Zika, cuja transmissão pode ter ocorrido no estado paulista. A gestante informou não ter viajado para o Nordeste ou estado atingido pela doença. De acordo com o hospital, a transmissão pode ter ocorrido em Guarulhos, cidade da região metropolitana. A Secretaria Estadual de Saúde informou que não há casos confirmados da doença por relação com o vírus, que é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, no estado.

No dia 26 de novembro, a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo informou que há dois casos suspeitos de microcefalia com relação ao Zika. As gestantes, no entanto, vieram da Região Nordeste, que tem alta transmissão do vírus. A partir da próxima semana, o governo estadual vai oferecer o exame que identifica o vírus. Se algum município identificar casos suspeitos, deverá encaminhar uma amostra do material genético do paciente ao Instituto Adolfo Lutz, ligado à Secretaria de Saúde do estado.

No Brasil, são 1.248 casos suspeitos de microcefalia, identificados em 311 municípios de 14 unidades da Federação. Do total de casos, foram notificados sete óbitos de bebês. Os dados são do último Boletim Epidemiológico de Microcefalia do Ministério da Saúde.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)