Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/03/2004 19:46

Hospitais poderão ser obrigados a atender emergência

Agência Câmara

A obrigatoriedade de atendimento emergencial pelos hospitais públicos e privados está prevista no Projeto de Lei 3088/04, apresentado pelo deputado João Caldas (PL-AL). Pela proposta, a recusa de atendimento será caracterizada como omissão de socorro para fins civis e criminais, sujeitando o infrator a punições previstas na legislação e multa, em favor do paciente, no valor equivalente ao montante da despesa cobrada pela entidade onde for atendido.
A proposta determina ainda que as despesas decorrentes do atendimento emergencial serão apresentadas à administradora do plano ou seguro de saúde do paciente ou ao Sistema Único de Saúde.

O autor do projeto argumenta que a vida das pessoas deve ser preservada acima de qualquer consideração de ordem comercial ou contratual. Segundo ele, hoje já se tornou prática em clínicas e hospitais, especialmente nos particulares, recusar atendimento de emergência porque o paciente não tem plano de saúde.
João Caldas lembra ainda que essa recusa muitas vezes atinge vítimas de acidentes ou de mal súbito, com grave risco de o paciente contrair seqüelas ou mesmo de morrer por falta de atendimento.

O projeto será distribuído às comissões competentes.


Reportagem - Mauren Rojahn

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)